quarta-feira, 22 de março de 2017

Os números e as letras

Os números e as letras 
 imgs net


  "Um homem pode o que sabe”Anónimo.
 

No 1.º ano do Liceu, contactei com diferentes matérias. Sentia-me fascinada com tanta novidade.

Se a Astronomia, desvendando segredos sobre os  astros me seduzia, a Botânica e os segredos das plantas, encantavam-me. 
A Química era outra paixão.
 A História, uma aventura (Derrotas. Vitórias. Conquistas), vivida por Reis e Rainhas de verdade, ia alargando horizontes. A Geografia, um convite a muitas das viagens, algumas das quais, consegui realizar.
Conhecer o corpo humano no seu funcionamento, que emoção!
 A Zoologia e a Mineralogia cheias de mistérios. A Geometria, Matemática alargando o pensamento abstracto, era outro amor não menos real. 

Era o bichinho do Conhecimento,  que fará parte de mim até ao fim…

Quando, no exercício do auto-conhecimento, descobri a Numerologia, quis descobrir os seus fundamentos.
 Como nascera...
 Qual a sua função e alcance...

 Além da Radiostesia, Quirologia, entre outras áreas que me chamaram a atenção, esta verdadeiramente cativou-me, pela sua evidência na minha vida.

Livros e livros destas áreas fazem parte da minha Biblioteca, há anos. Gosto e muito estudo. Cursos. Reflexão. Prática, têm-me feito sentir e perceber, como sabemos tão pouco do mundo. Das pessoas que nos rodeiam.

 Apenas afloramos aparências. Máscaras, antes de mergulharmos, pela Numerologia, no iceberg submerso do ser humano.

Inicialmente, apenas levada pelo raciocínio lógico ocidental, comecei por duvidar. Sorrir. Depois fui obrigada a aceitar, constatando o seu valor. Evidência.

 Com algum espanto, observava que aquela era a realidade mais pura, ali mesmo à minha frente!

Como poderiam enganar-se homens tão sábios, que nos precederam há tantos séculos, ao estudarem os números (as letras também se convertem em números. Aliás, os Latinos. Gregos e Hebreus utilizavam o alfabeto para contar) , pilares-base da nossa civilização?

Caldeus. Egípcios. Hebreus. Chineses. Hindus. Latinos. Gregos, apoiados nos números, construíram Templos. Catedrais. Pirâmides, tocando o divino.

Alquimistas. Pedreiros. Arquitectos utilizaram o número de ouro, sob o princípio da divina proporção, exprimindo assim o equilíbrio entre a Beleza. O Saber e o Poder.

Foram obrigados a concluir que os números exprimem forças e ideias!

No séc. VI a. c. , já Pitágoras dizia que “Tudo se ordena segundo números”, pois o acaso não existe! Correspondências entre a Filosofia. A Música e a Aritmética eram reais.

Os doutores judeus estudam o mistério dos números, na Cabala. Os números “revelam o sentido escondido da Bíblia, código secreto dado aos homens pelo próprio Deus”.

No início do séc. XX, no Ocidente, a Numerologia, como estudo de personalidade. Temperamento, irrompe com força!

Sobretudo no Canadá. Brasil. USA. Austrália. Grão-Bretanha. Caraíbas e vários países da Europa, tem um papel importante, no estudo do auto-conhecimento. Compatibilidades. Personalidade, de quem nos rodeia. Empresas. Casamentos. Associações. Relações. Orientação profissional. Estudo da influência dos números na nossa vida quotidiana. Ciclos de vida e caminho de vida, o que faz toda a diferença na nossa evolução.

Baseia-se nas duas correntes maiores: a Cabala Hebraica (corrente mística fundada sobre 22 letras e 10 números de base) e a Escola Pitagórica (com o número de ouro e as suas aplicações na Música e na Arquitectura).

No fundo, a razão e o valor da grande expansão da Numerologia, depende de quem é arguto. Determinado. Gosta de alcançar os seus objectivos com precisão. Quer ser consciente das suas forças e fraquezas a trabalhar, a fim de  se tornar um vencedor e por isso recorre a estes estudos.

Descobre que pode sair do labirinto, com uma bússola exacta. Rápida sempre à mão, a Numerologia!

Passa a compreender melhor, o mundo em que vive.

Acessa a conclusões globais. Rápidas. Preciosas. Certeiras. Adequadas ao sucesso e à felicidade. É de grande utilidade, tal como no estudo da Psicologia, mas neste caso, ao fim de muito tempo, conforme eu própria constatei, quer pelo estudo, quer pela aplicação.
.................................................................................................
Quando tiver a sua Carta Numerológica, vai certificar-se de tudo o que lhe digo.

A mudança e a diferença que podem fazer na sua vida e no seu despertar, se assim o almeja, são fantásticas.
Isto é válido para toda a gente.

Já fiz mais de mil e tal cartas. 
Guardo a gratidão e os testemunhos de quem beneficiou deste estudo.
"O começo é a metade do todo…Não basta fazer coisas boas - é preciso fazê-las bem” anónimo"
 Comece já!
(ladyvalleflor@gmail.com) ….Lucinda Ferreira 22.3.17


Sem comentários:

Enviar um comentário