sexta-feira, 31 de julho de 2009

Ontem as palavras de Lucirita fizeram eco na minha alma


Nas muitas conversas interessantes que tive coma doce e lúcida Cirita. Ela falou-me que quando fizera trabalho de campo, no Nordeste brasileiro que passara mesmo fome, e vira muita gente com fome...

Sobretudo as pessoas do interior, não têm mesmo o que comer. Apenas uns frutos e raizes quando têm sorte, entram nos seus corpos, como alimento...

Quando lhe falei do email que descrevo em seguida, ela dizia com tristeza.." mas esses ainda têm um prato. Há um estádio de pobreza tal, que a certa altura , o ser humano já não tem qualquer dignidade . NMem sabe o que é isso."

Pelos vistos, agora o governo do Brasil estabeleceu uma renda de 50reais, 20 euros na nossa moeda, para mitigar a fome a este povo, o que me faz pensar muitas coisas...


Depos recordei, o que li já há muito, sobre as secas e amiséria do povo brasileiro , que vive em palissadas, lança seus excrementos no rio alimentando assim os caranguejos que depois entram de novo nos seus corpos...


Além de tudo , para completar , acabo de receber um email , que mostra um senhor, lá para o Vietename. Este senhor trabalha fazendo limpeza num restaurante. Então quando vai despejar o lixo, esconde um saquito plástico , onde despeja os restos. Quando o seu trabalhao acaba , bem à noitinha, vai para casa na sua bicicleta.

Quando a hora de chegada do pai se aproxima, a mãe, com o filhito mais novinho ao colo, põe uns pratitos na mesa. Os miúdos estão eufóricos qundo vêem o pai chegar. Todos se sentam à mesa. O Pai ora a Deus e pede a Deus que abençoe a refeição e AGRADECE!

A mãe começa a tirar do saquito de plástico, um ossinho de frango que ainda tem um pouco de carne agarrada. ..e assi sucessivamente até devorarem com alegria e gosto, todos aqueles restos.

Uma vez, ouvi alguém dizer que todos os restos que se põem fora em Londres, davam para matar a fome a muitos africanos...

De tudo isto, chorei ,quando numa reportagem sobre África que tanto amo sem saber o motivo (...), vi miséria semelhante. Um Povo tão humilde e bom, merece mais amor de todos nós!

Pergunto-me por que razão se nasce para sofrer tanta fonme e outros nascem para ter tanto em abundância ,que nem sabem o que fazer com tanto...

De facto a Europa, é mesmo um lugar privilegiado , temos que o dizer.

Pena que as pessoas , os governantes não sejam lúcidos e honesttos de tal forma que se pudesse dar uma maior ajuda a estes povos que têm menos do que nós.

Não sei se era dar coisas. Ponho me a pensar que dar um peixe, este logo desaparece, mas se se ensinar a pescar, talvez seja melhor. Há-de a haver solução para ajudar as pessoas a viver com dignidade, creio eu. A questão é querer-se de verdade isso , antes de se defenderem os interesses próprios e todos unidos, ou estarei enganada?

Lembro me que quando era miúda, queria mesmo era ir para África, ajudar as pessoas com muito amor. Ainda hoje sinto esse mesmo amor no meu coração . por quem carece de ajuda.

Há tempos , dei por mim, a apresentar uma comunicaão na Universidade de Santiago de Compostela , integrada numas jornadas internacionais, para as quais fui convidada . Faleie então sobre AFRICA UM AMOR ANTIGO!

Qual a razão? Não me perguntem, mas amo muito, do fundo da minha alma todos os que vejo sofrer. Ajudo no que posso à minha volta, já que não posso voar tão longe senão pela oração e pelo pensamento...

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Hoje a alegria entrou em minha casa , vestida de Lucirita


A comunicação em si, já tem um encanto muito especial.

Mas quando ela é enfeitada de sintonia, as coisas são ainda mais gostosas.

Hoje a Lucirita veio a minha casa. Partilhámos novidades e sobretudo a nossa apreciação sobre a vida. Os sonhos e a esperança de alcançar muitas das coisas que ainda desejamos em nossas vidas, foram o prato forte.

Dentro em breve , ela partirá para férias, mas ambas sabemos que quando alguém se encontra por dentro, jamais se perde.

Tenho no meio coração, aquela jovem leve e graciosa que um dia cruzei em Hong Kong e nunca nos esquecemos uma da outra. Ela é Buduista .Adoro escutar os seus pontos de vista. É muito ocupada e isso é uma pena para os nossos contactos.

Trago comigo já há anos, de Tetouan, a simpática morena Saida.

De França, a minha amiga Evelyne que descobri nas Caraíbas. Ela adora animais , flores, pintura e já me veio visitar.

Dos USA , as minhas amigas açoreanas ....e a Alzira , o Anjo Bom...

Do Brasil , a Carolina e a Sílvia...

Enfim algumas pessoas lindas que cruzei, nunca mais as vou esquecer.


Se for uma coisa passageira e ocasional, o que fez de alguns minutos, uma diferença à monotonia , ainda assim , foi um momento agradável.

Em homenagem à minha amiga, deixo a nossa foto ,visto que tenho a sua licença para o fazer.

Estar aberta à amizade é uma atitude que nos enriquece quando menos esperamos.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Sobre o significadio da vida


Hoje a minha reflexão matinal veio na sequência de algo que me ocorria várias vezes ao espírito. Aquela vozinha que diz tudo o que precisamos saber para chegarmos à nossa essência.

Então estava me a falhar qualquer coisa.

O que é que estou a fazer da minha vida que ainda tenho para viver? Desta licença que se pode extinguir de um momemto para o outro...

Então pensei: só avaliamos o que é viver , quando chegamos ao limite de poder deixar de viver.

Há 2 semanas, o meu coração, fosse pelo que fosse, (talvez pelo calor também como aprendi em MEDICINA Tradicional Chinesa em que se diz, que quem sofre do coração, pode partir mais facilmente ao meio dia dos sis mais quentes,), vacilou e ...assutou.me um pouco.

Então isso fez-me rever como é bom estar vivo e agradecer por esrte facto.

Mas mais do que isso , depois havia que dar significado à vida que se vive.

E pensei de novo:

Há várias coisas.Precisamos de liberdade, fraternidade e esperança. Mas às vezes estes conceitos parecem tão abstractos para se porem em marcha...não é mesmo?

Só á medida que a consciência se alarga e se afina, é que vamos entendendo as coisas que sabíamos de cor, mas não percebíamos bem.

É nisso também que tento investir no di a dia. Mas voltando ao significado da vida , para além daqueles conceitos em marcha, o outro segredo é percebermos que o interior de cada um de nós, é o lugar mais sagrado, mais estranho ,mais viciante e mágico!

É dentro do peito de cada um de nós, que reside toda a SABEDORIA!

Para isso há que abrir o coração.

Ontem recebi a visita da minha amiga Paula que me dizia no meio de uma simplicidade extrema: 'Sinto.me inundada de luz! Que grande privilégio,mas também que entrega tão verdadeira. Que lindo!

Iso é mesmo um opç

ao. Algo que se deseja muito e se consegue. O que recebemos depende da nossa abertura somente.

Neste caminho poderá haver dúvidas, hesitações, descidas,mas a luz chega com certeza, se insistimos. Se descobrimos o rumo ele será irreversível!

Depis pendei ainda: o que é que me distingue dos animais?

O medo da morte não é, porque eles também fogem do seu predador ,mas sim o facto do homem poder dar significado à sua vida . Só isto o diferencia do animal.

terça-feira, 28 de julho de 2009

O computador é um treino permanente da paciência e da imposição da máquina



Infelizmente hoje, foi desde as 8h da manhã até as 13h e 30 e ainda não consegui resolver o problema do computador.

Ainda bem que ele me deixa trabalhar no word.

Escrevi este texto que vos ofereço sempre com o mesmo carinho.


A SEDUÇÃO DO PAPALAGUI ....(3.ºartigo)

As coisas em quantidade empobrecem o Papalagui. Mostra que é muito pobre aquele que precisa de coisas em quantidade, porque assim prova que lhe faltam as coisas do Grande Espírito. O Papalagui é pobre porque é obsecado pelas coisas , sem as quais já não consegue viver.” Tuiavii

Damos continuação aos dois artigos já apresentados, conforme o prometido, que referem as palavras de Tuiávii, um nativo do arquipélago da Samoa.
Este ao ter contacto estreito com a vida que leva o branco europeu, a quem ele chama de Papalagui, avisa os seus irmãos para se acautelarem contra os perigos e malefícios da civilização vivida na Europa, no que ela tem de falso, maléfico e sedutor.
Um pintor alemão, Erich Scheurmann que vive um ano naquela comunidade, acha interessante divulgar as opiniões de alguém que com uma grande pureza, analisa sem criticar, gestos e atitudes, que talvez nós , europeus, deveríamos rever e até corrigir.
Li este livro que aconselho vivamente.
Tento partilhar e trazer à luz, alguns destes conceitos que nos ajudarão a equilibrar algumas atitudes , corrigindo práticas , o que talvez seja mesmo melhor para todos nós.
Aqui ficam então algumas considerações de Tuiavii, o chefe da tribo de Tiavéa, a aldeia dos confins da Samoa, nos mares do sul, onde alguém pensa no Branco Europeu e no modo de se proteger e defender dele…
Num dos seus discursos , Tuiávii refere que o Papalagui deseja convencer este seu povo, dito pobre , miserável, necessitando por isso de muita ajuda e compaixão, porque este não possui ‘coisas’.
Tuiávii passa a a explicar aos seus irmãos, o que é uma ‘coisa’.
“Há duas espécies de coisas . Há as coisas que o Grande Espírito faz , sem ninguém, que não custam esforço nem trabalho algum, como o coco, a concha, a banana.
Há coisas que são os homens que fazem, que custam muito trabalho e esforço: o anel, o prato , o apanha-moscas.
Ora o Papalagui acha que nos faltam as coisas que ele faz com as mãos, as coisas dos homens, porque nas coisas do Grande Espírito ele não pensa .”
Em seguida, Tuávii enumera com uma beleza incrível, todas as maravilhas que o Grande Espírito lhes oferece, todos os dias. E remata sabiamente assim:
“Jamais poderemos criar como Ele cria, por que o nosso espírito é por demais pequeno e fraco em comparação com o poder do Grande Espírito.
(…) Pode o Papalagui fazer uma palmeira? (...) o Papalagui(…) com as mãos febris, o rosto cor de cinza, as costas curvas (…) acredita e julga-se tão forte como o Grande Espírito.(...) Destrói onde quer que vá , as coisa do Grande Espírito e com a sua própria força pretende dar vida, novamente, aquilo que matou, convencendo-se assim que é o Grande Espírito porque faz muitas COISAS.”
E sobre as cidades, não resisto a mais uma transcrição por ser tão explícita e incisiva.
..”Nas cidades, a terra está deserta tal qual uma mão vazia, e por isto o Papalagui fica louco, imagina ser o Grande Espírito, a fim de esquecer o que não tem.
Porque está muito pobre, porque a sua terra está muito triste, o Papalagui pega nas coisas, ajunta-as feito doido que ajunta folhas murchas e com ela enfeita a sua cabana.
É por isso que nos inveja e deseja que fiquemos tão pobres quanto ele.”
E continua:
“Na Europa, há homens que levam à própria fronte, o cano de fogo para se matarem, porque acham melhor morrer do que viverem sem as coisas. (…) embriaga de todas a formas o seu espírito e convence-se que não pode viver sem as coisas. (...) Quanto mais se é europeu de verdade, de mais coisas se precisa. (...) É por isso que o rosto de muitos Brancos se mostra cansado e triste. É por isto que pouquíssimos dentre eles têm tempo para ver as coisas do Grande Espírito, para brincar na praça da aldeia, inventar e cantar canções alegres, dançar à claridade do sol e dar aos corpos a alegria para a qual todos fomos feitos.”
E Tuiávii insiste ainda:
”Os Papalaguis cometem crimes a sangue-frio para se apossarem das coisas. Guerreiam entre si, mas não é pela honra, nem para medir a sua força verdadeira, mas apenas para ter mais coisas.(…)”
E previne mais uma vez:
“Os homens Brancos gostariam de trazer para nós os seus tesouros, as suas coisas, para que nós também fôssemos ricos. Estas coisas não são mais do que flechas envenenadas.
(…) querem pôr nossas mãos a trabalhar (…) em primeiro lugar coisas, para o Papalagui (…) e nós também curvados , cinzentos e cansados(…)Irmãos precisamos velar e ter juízo, pois as palavras do Papalagui são doces como a banana, mas cheias de dardos escondidos, capazes de nos privar de toda a luz e toda a alegria…
Portanto a grande inverdade que o Branco diz: As coisas do Grande Espírito não valem (...) mas as suas coisas são tantas e nunca puseram brilho no olhar nem lhe fortaleceram o juízo. (...) Espírito mau e carregado de veneno anima o Papalagui.”
Depois de tudo o que foi dito, que mais se pode acrescentar?
Talvez se possa concluir que a ganância, o mundo da aparências, a competição excessiva em vez da solidariedade no grupo, a vaidade e a sede de poder, serão alguns dos motivos das grandes guerras…
Há que moderar no silêncio de cada um de nós, estas fraquezas?
Cada um tirará as suas conclusões.
Quem semeia colhe. A lei do retorno é implacável.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

O computador é bom ,mas também é uma fonte de stress


Tenho um amiga que só vai ao computador de vez em quando , porque ele lhe rouba muito tempo, a desorganiza e a cansa.

Estou absolutamente de acordo. Como todas as coisas, tem particulartidades boas e...outras, que valha-nos Deus.

Rouba muita energia e cansa demais. ..mas para quem está mais só , acaba por ser um mal necessário.

Hoje o meu computador avariou . E como resolver o problema?

É o que estou a tentar,mas está bem difícil

Enfim a tecnologia em marcha e os desaires dos tempos em que vivemos.

Muito obrigada por ler o meu desabafo.

domingo, 26 de julho de 2009

Hoje fiz uma viagem no tempo...




Em 13 de Abril de 1283, D Mor Dias obteve licença para mandar construir , na margem esquerda do rio Mondego ,em Coimbra, um mosteiro dedicado a Santa Clara e Santa Isabel da Hungria.


Polémicas várias acabaram por o encerrar em 1311.


Dona Isabel de Aragão empenhou-se na sua reconstrução e em 1314, o mosteiro retomava as funções para que fora eregido: acolher senhoras da nobreza solteiras que para aí eram enviadas, ou viúvas que professavam para o resto das suas vidas.Também eram admitidas pessoas mais pobres que depois tinham a função de servir, no mosteiro.


No entanto , nota-se no espólioque que resta, baixelas e objectos de adorno, de damas distintas, cujos nomes nobres , constam no referido mosteiro agora reconstruido.


É certo que todas as casas têm uma alma e um história.


Este Mosteiro também a tem e muito rica e acidentada.


As águas do rio nas suas investidas, levavam tudo à frente e a humidade extrema neste local, causava doenças de ossos e outras enfermidades respiratórias que a s religiosas tentavam vencer com métodos naturais que agora estão de novo em moda...


Ainda me recordo, há para aí 30 anos, de visitar o Mosteiro quase todo soterrado . Só a parte de cima se visitava. O fundo eram sedimentos e água.


Foi um trabalho interessante e bem sistematizado, aquele que nos devolveu hoje, parte do mosteiro que ainda reserva muitos segredos para descobrir no futuro.


Percorrendo aquele espaço e lendo as regras das religiosas, houve coisas que me impressionaram.


Os cilícios e os sacrifícios a que livremente se submetiam as religiosas para agradar a Deus, impressionaram-me .


Ora eu sinto e penso que o nosso Deus, é um Deus de amor que não necessita de ser aplacado com esses gestos, porque tudo já foi consumado pelo sacrifício de Jesus Cristo na Cruz,mas naquele tempo, talvez as coisas fossem vistas de outro modo . E eram mesmo.


Ainda hoje, aquelas promessas em Fátima em que as pessoas se arrastam, me impressionam . Há tantas formas de nos 'sacrificarmos 'para nossa edificação e crescimento , no dia a dia. SE tomarmos em conta, ajudar alguém necessitado, falar bem quando nos apetece o contrário...Tanta coisa que cada um de nós muito bem sabe , que não está certo e por vezes não temos força para mudar. Aí está o 'sacrifício'.


E dá mesmo muito que fazer!

sábado, 25 de julho de 2009

Tudo que necessitamos existe à nossa volta...


Sinto e penso que vivemos no fio da navalha.

Temos que estar muito atentos e cuidar do nosso crescimento constantemente, todos, para não nos desequilibrarmos.

Tudo o que necessitamos está em potência ao nosso redor.

Joao Bosco dizia que somos como uma bilha que recebe da vida , a medida da nossa bilha!

Tudo depende da nossa abertura.

Depois também sabemos que há um poder em todos nós que nos ajuda a atingir os nossos objectivos sejam eles quais forem, desde que se mentalize o que se pretende, sem desânimo nem desonfiança.

É isso que faz o êxito dos grandes vencedores. Cedo eles descobrem este segredo tão simples e nunca desistem dele.


Claro que é por isso que precisamos vigiar os nossos pensamentos , porque se estás sempre a pensar em determinada coisa, ela pode acontecer...mesmo quando não é muito boa para ti mesma...

è bom ter o nosso mundo mais íntimo povoado de amor , beleza e força.


Podemos ir abrindo a nossa consciência, libertarmo-nos e aumentar a acuidade à vida ou não sairmos do plano da pesado de densidade envolta em coisas , materiais e barulho. Isto são ruidos que nos impedem de caminhar na direcção da Luz!

Há dias , estava para ir a determinado local à procura de um caminho para me ajudar a chegar mais depressa à luz.

Antes, orei e perguntei para mim mesma:

Será que devo ir? Que isto me interessa? Que é importante e bom para mim?

E a minha voz amiga, pronta e solícita segredou-me baixinho:

- Para que buscas fora o que tens dentro?

Parei. Fiquei a pensar melhor no local onde ia e acabei por não ir.

Verifiquei mais tarde, que fora a escolha mais acertada.

Então quando nos habituamos a dar ouvidos a esta vozinha amorosa que existe em cada um de nós, acabamos por raramente nos enganarmos , porque ninguém melhor do que 'ELA' sabe o que nos convém em cada momento.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Mais um foto que vos ofereço com amor


Quem poderá fazer uma flor tão bonita?
Mesmo que ela seja muito perfeita, a verdade é que não tem vida como esta.
Hoje, ofereço esta foto aos meus amigos que me visitem no meu blog.

Ja agora aproveito para lhes desejar um feliz fim de semana e ouçam o meu programa no 98,4 , no Radio Clube Portugues, em tempo de despedida para férias...no domingo das 13h as 15h , pois também foi feito a pensar em vos.
Posted by Picasa

Ontem encerrámos o curso de fotografia que organizei nos Bombeiros Voluntário´s de Coimbra


Nas minhas actividades como vice presidente dos Bombeiros Voluntários de Coimbra, organizei mais um curso de fotografia que teve início em Março ,e terminou ontem.
Em Janeiro, retomaremos , se Deus quiser, de modo que se alguém estiver interessado , pode comunicar connosco.

Mas no fim de tudo isto, surge-me esta reflexão:
Como um mesmo objectivo pode unir as pessoas e até criar laços entre elas.

O nosso grupo era muito heterogéneo, pois tinha 3 médicas, 2 engenheiros, técnicos superiores, 1 enfermeira, uma técnica de farmácia, 3 jovens ligadas a técnicas de comunicação, enfim interesses diversificados.
As idades também variavam entre os ...entas e os intas...O nosso benjamim, um princepazinho, era um dos melhores alunos nesta matéria de fotografia.
A realidade é que cada um de nós sentia, que embora terminasse este encontro , nós continuávamos unidos e estaremos em contacto para sempre(?).
Na verdade, quem se encontra de verdade, nunca mais se perde.
Se se perde, é porque nunca se encontrou.
Na minha vida, por onde vou passando, trago sempre alguém no meu coração.
Alguns permanecem lá para sempre. Outros ficam registados na agenda e quando a reescrevo , já não me lembro bem da pessoa e perde-se tudo.
Nos relacionamentos, há medida que o tempo passa, cá por mim, sinto e penso e quero, só pessoas que me digam algo e que tenham algo a ver comigo. O resto já não quero mesmo. O tempo não se pode perder...Nem tenho paciência. Acaba sempre por rebentar essa pseuda amizade e de me deixar complexos de culpa, mas se todos somos diferentes, porque havemos de estar a forçar quando a pessoa pouco ou nada nos diz, nem a nós e nem nós para ela , quem sabe?
Por isso , agora percebo bem: quem descobre um amigo , descobre um tesouro!
É mesmo isso e os tesouros não andam por aí aos pontapés.
Por isso, um presente de Deus vem num amigo que descobrimos em nossa vida.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

A minha colaboração no Rádio Clube PortuguÊs




Ontem gravámos o programa que fala da Mulher.


É um tema gasto , mas eterno é certo, com abordagens que não terminam nunca.


O que há para dizer, nasce todos os dias em que uma mulher respira onde quer que esteja.


A história é a mesma do ovo ou da galinha.


Se não houvesse um homem, não havia uma mulher. Mas se não houvesse uma mulher , também não nascia um homem.


Eu como mulher, tenho a dizer que os homens têm me magoado e ofendido muitissimo!


Do que observo ao meu lado, reparo que também não é muito diferente.


Sinto que é uma pena, porque o que há de melhor no mundo para uma Mulher, é um Homem.


Para um Homem, será também uma Mulher, embora muitos homens e mulheres desiludidos , optem por uma pessoa do mesmo sexo.




Eu sinto que nesta problemática de homens e mulheres, as Mulheres têm particularidades muito especiais,mas os homens também têm atributos interessantes e que sob o ponto de vista ideal, as pessoas se completam.


Depois o que estraga tudo, é a falta de respeito e consideração .


Nos homens , o orgulho é terrível.


Nas mulheres, talvez uma falta de atenção levadas pela vida que lhes exige TUDO em todos os aspectos, para se poder afirmar, afinal o que desde o início não devia ser necessário ...


Mas este tema é inesgotável e a ele voltarei oportunamente.


Gosto muito de ser Mulher.


O que mais me choca num projecto de Homem, é a falta de palavra e a traição...

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Saborear a vida até ao seu coração, será uma questão de idade?


Ontem, uma das minhas amigas ofereceu-me um chá em sua casa.

Aquele chá parecia algo divino!

Era o famoso chá príncipe , é verdade ,mas naquele dia, o aroma, o sabor, a alegria de estarmos em paz, deu-me uma sensação de sabor e prazer que antes nunca tinha experimentado.


Mas o mais interessante, á noite, ao jantar com o meu Filho , uma simples tosta com um pedaço de melão bem doce e madurinho, teve também um sabor, o mesmo aroma que sempre tivera , mas que me tocou particularmente.


E pergunto-me se isto não tem a ver com a atenção que a vida nos traz com os anos...Penetramos com mais dados e com uma atitude de atenta gratidão, no coraçao da vida. Ou será que é o momento que dá graça a tudo que nos rodeia?


E depois recordo a cena do chá de Marcel Proust em que as sensações se encadeiam e rolam em catadupa.

De facto é que sinto que este bem estar resulta do mesmo fenómeno de estarmos vivos, que tudo é dom e que tudo à nossa roda é motivo de gratidão.

terça-feira, 21 de julho de 2009

Hoje fala-vos pela boca de Tuiavii, um ìndio da Samoa


A SEDUÇÃO DO PAPALAGUI
(2.ºartigo)
‘Deus é amor. (…) Fale a um europeu do Deus do amor. Ele torce o rosto. Sorri. Sorri da simplicidade com que pensas (…) O dinheiro é o objecto do seu amor . A sua divindade. Todos os brancos pensam nele até dormindo (…).’
Tuiavii
Para nos situarmos, direi que o pintor alemão, Erich Scheurmann, tentou divulgar as reflexões de um chefe índio da ilha de Upolu, na Samoa, aldeia de Tiavéa, Indonésia, onde terá vivido durante mais de um ano.
Por achar tão pertinentes as suas apreciações acerca dos Brancos Europeus, com quem Tuiavii conviveu aquando da sua visita à Europa, integrado num grupo de teatro popular, divulga essas apreciações com o fim de nos situarmos na nossa civilização, no que ela tem de bom e de menos bom.
Por me parecer motivo de crescimento e de acertos para mim própria, li este livro.
Partilho com os queridos leitores , algumas das passagens desse livro.
Tuiavii observou com uma minúcia e com uma perspicácia incrível, os movimentos da alma do europeu, a quem chama Papalagui.
Opina sobre as tangas e as esteiras . Refere com surpresa o facto da moral sagrada do homem branco, achar que é pecado tudo o que é “carne”. Então só a cabeça e a mão é que podem ficar descobertas.
E acrescenta: (...)
“ O Papalagui envolve-se da cabeça aos pés com tangas, esteiras e peles tão justas , tão apertadas, que olhar humano algum, raio algum de sol as atravessa; tão justas que o corpo se torna lívido, branco, fatigado, assim como as flores que crescem no mais profundo dos bosques”.
Mais à frente refere os “homens que se vestem de modo especial para dar o que falar e de sempre a andarem atrás das mulheres”.
- Se ele visse uns tais travestis e alguns exemplares extravagantes que todos nós conhecemos, ainda seria maior a sua surpresa e espanto.
Quanto ao calçado - uma espécie de “canoas de bordas altas – os pés ficam dentro de um estojo rígido, tal qual o corpo de um caracol”.
“Os pés ficam como se estivessem mortos. Começam a cheirar mal, como de facto quase todos os pés europeus”.
As mulheres também são contempladas com a opinião do nosso amigo Tuiavii.
As mulheres que usam muitas esteiras e tangas enroladas no tronco e nas coxas.(…)
Estão cobertas de “cicatrizes e de esfoladuras”devido aos cordões.
Também acha que os seus peitos são flácidos e sem leite por causa da “esteira rija com arames e fios” que os aperta (...).Dão o leite aos filhos num rolo de vidro (…) com uma “maminha” artificial. Nem é o leite delas mesmas que dão, mas o de “animais vermelhos, feios, chifrados dos quais o arrancam com violência pelas quatro tetas que têm em baixo.”
Convém que as mulheres sejam pudicas e de boa moral.
- SE Tuiavii viesse por aqui agora , talvez ficasse encantado por ver como as meninas evoluíram e se apresentam já quase todas despidas.
Fala da excessiva preocupação, que ocupa o mundo dos pensamentos femininos.
As mulheres enchem baús e baús, e depois cogitam acerca das tangas que têm que escolher todos os dias.
A surpresa de Tuiavii é maior quando esperava que á noite ao ir para a “esteira”, o Papalagui se despisse para descansar.
Mas não. Veste-se outra vez.
“ Ora enrolando-se numa tanga só com os pés de fora , é natural que muito transpire!”- refere ainda.
“O Papalagui pensa que está deitado ao sol, mesmo que este não brilhe, porque ao próprio sol o Papalagui não dá muita atenção.”
(…) Compreende-se então que o Papalagui seja branco e pálido, sem a cor da alegria.(...) Em todas as coisas gosta de fazer uma sabedoria e uma lei à sua maneira”.
E Tuiavii termina este seu primeiro discurso para os “amados irmãos”, lembrando a todos:
“ A nossa carne dura como a rocha do vulcão, com a quentura que vem de dentro (…) alegremo-nos , porque a nossa carne encontra o sol… As nossas pernas mexem-se como as de um cavalo selvagem(…) sem tanga que as amarre…Tolo , cego é o Branco que não sente o prazer verdadeiro. Ele que precisa de se cobrir tanto, para não se envergonhar (...).
Seguindo Tuiavii na sua primeira recomendação, preferimos fazer algumas transcrições pela riqueza do seu pensamento tão expressivo e explícito.
Cada um de nós , ajuíza agora sobre o que leu, como muito bem entender, certos talvez de que a civilização, tal como as Leis que a regem, são para servir o Homem e o fazer feliz e não para o reprimir, por excesso de preconceito ou opressão.
Educar para a liberdade, evitando a libertinagem, será o que se espera das escolas, dos governos, das igrejas, das orientações filosóficas diversas.
Se o Criador é libertador e nos ama e quer feliz, há que conhecer, cada um de nós, a nossa essência e propósito, e agir de acordo.
O discurso revolucionário de Tuiavii, aponta para a autenticidade, sempre em uníssono com o Grande Espírito, a quem respeita, obedece e a Quem está grato!
E nós?
Acertar agulhas para não ser mais papista do que o Papa, não é mesmo o que teremos que fazer, caro leitor?

linmare@clix.pt

segunda-feira, 20 de julho de 2009

É só para lhes oferecer uma imagem...






A Torreira é um sítio muito agradável para se treinar a fotografia.

Que o digam os meus amigos que fizeram esta ...
Só foi pena estar frio.
Gostava de apresentar o grupo,mas não sei se ficam contentes por isso.

Por vezes a Beleza é efémera


Hoje, quando passei na rotunda da EstaçãoVelha em Coimbra, reparei no Canteiro maravilhoso de cor amarela, em que os Cravos Túnicos se consolavam expostos sob a torreira de 34 graus bem quentes e abafados, sob os escapes dos carros que nunca páram.

Olhei para aquela mancha amarela - gosto muito da cor amarela, a cor da sabedoria!- e pensei:

_Como a Beleza é efémera!..Pudéssemos nós prendê-la..mas isso só demtro de nós, bem no fundo da nossa alma.

E tive que avançar , logo que abriu o semáforo verde,mas aquele momento de cor e luz, levei-o comigo e senti-me feliz por um quadro tão belo que DEUS e Câmara nos oferece.

domingo, 19 de julho de 2009

A água absorve as emoções negativas




Ontem o nosso simpático grupo de fotografia , foi ver o mar e a ria de Aveiro para fotografar motivos que a cada um mais impressionassem.


É verdade que a água desempenha um papel de descarga das emoções mais densas que acumulamos no dia a dia.


Deixar os nosso olhos banharem-se em tão grande extensão de águas, faz muito bem a alma.


E se foi bom fotografar, foi melhor ainda, estarmos todos juntos e sentirmo-nos descontraidos e bem dispostos , sabendo que todos nos queríamos muito.


Depois é interessante reparar nos diferentes motivos que chamam a atenção de cada um de nós.


Todos diferentes. Todos iguais...


Temos uma amiga que adora fotografar aves.


Então lá andámos à procura dos patos , das gaivotas , da pssarada.


Ela apanha-lhes a alma ,mas não os molesta.É a sua maneira de gostar deles. De os homenagear.




Há povos que não se deixam fotografar , porque acham que lhes roubamos a alma.


Tentei isso em Den Hag, mas não pude prosseguir , pelo perigo que representava e porque não queria ofender ninguém dentro dos seus conceitos.


Em Londres, em Picadilly Circus, vi partirem máquinas fotográficas , porque as pessoas não queriam que lhes roubassem a alma . Os turistas não sabiam...


Mas de facto ao fotografarmos , cada um tem os seus motivos preferidos. Há quem goste muito de janelas. Outros de aves, outros de portas...


Eu gosto de flores, por de sol e fotografar 'sentimentos' . Tudo isso me dá me muito prazer.


Os artistas , que não sei se somos nós também os da fotoagrafia, vemos beleza onde muitos outros não vêem.


Lembro me quando estudei Drummond de Andrade, que ele falava da 'pedra no caminho' e no início , não achei graça nenhuma ,mas depois senti com ele, e até achei interessante a sua escolha.


Do mesmo modo, a pintura e a fotografia chinesas, quando estive na China e visitava as exposições, não percebia como achavam lindo as texturas e a caligrafia. Depois passei a gostar também.


Ninguém pode amar o que não conhece.


Ver com a sensibilidade do outro ajuda a alargar a nossa própria sensibilidade.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Acerca do que se ouve na Comunicação Social


È verdade que ninguém é uma ilha e que estamos todos ligados, quer queiramos quer não.

Também é verdade que em princípio a comunicação social nos põe em contacto com o mundo...
mas, na verdade a comunicaçaão social não ajuda ninguém a ser feliz!
Por vezes, para haver um poucp de sossego há que fechar toda a torneira de infirmação empolada, negativa e prejuducial. Parece que até têm prazer de estar sempre a denegrir o que já é mau.
E depois nunca mais se calam sempre a repetir o mesmo até nos deixar ben neuróticos e assustados.

Uma vez aminha filha que devia ter uns cinco anitos apenas , fez me esta pergunta:
- Mama , por é que só notícias más e não dizem nunca as coisas boas?
De facto o que não é mau , não é bombástico. Sensacional. Não chama a atenção...será isso?
É necessário muita adrenalina..muita saída do produto apresentado ,mesmo que sejam só notícias.
A crista da onda, as emoções ao rubro, o que afinal só se consegue através do crime, da má língua, da derrota de A..B...C., dos atentados, dos grandes acidentes.
Mal abro o rádio, só ouço falar de doenças, política ou football.
Que pena me dá. Claro que apago logo imediatamente.
Prefiro pegar no livro que fala do que eu preciso para o meu equilíbrio, saúde, para a minha paz e crescimento interior.
Colaboro em jornais e numa rádio, agora aqui em Portugal , porque tqmbém já colaborei no Canadá e na France Inter e outros paises, mas sempre tenho a preocupação de puxar para cima e dar pistas de alegria e bem fazer, as únicas coisas que ajudam a resolver o que está mal no mundo, não é mesmo, meus amigos?
Aquele abraço de sempre

quinta-feira, 16 de julho de 2009

A vida é o dom mais precioso


Recebemos a vida sem nada ter feito para isso.

Mas a vida é o dom mais precioso que existe.Só quem por vezes chega ao limite de a perder, pode sentir o valor que ela tem.

Recordo agora até a história de uma senhora que se atirou para debaixo do combóio , cansada da vida. Não ficara trocidada ,mas ficara sem as pernas

Agora mutilada, é uma entusiasta da vida que incute e dá coragem a todos para que usufruam a vida!

Foi preciso chegar ao limite para agora agradecer o bem que tinha e não valorizara.



E...ainda há quem diga para os pais:'Não , me fizesses'...em vez de agradecerem com alegria, pelo facto de estarem vivos!

Diz-se que muitos espíritos esperam para encarnarem e viverem esta experiência única de evolução .
Só num estádio de liberdade em que se pode escolher perante as situações de luz ou densidade, se evolue ou involue, entre a luz ou a densidade.

Depois , retorna-se à Luz e fazem-se os contractos do que se virá tentar experienciar neste plano.

Diz-se por exemplo, que as pessoas com grandes deficiências, escolheram essa situação para evoluirem mias depressa.

Tudo experiências.

Tudo mistérios.

Mas voltando à vida, tive o grato prazer de há dias falar com um Professor Universitário de Medicina desta Universidade de Coimbra, onde também já tive o privilégio de também dar aulas, que numa postura rara e próxima do sofrimento, me dizia que nas suas aulas, começava sempre por dizer aos seus alunos , que para ser um bom médico, era muito importante ter já passado pelo estatuto de doente numa situação de limite...

Isso daria uma capacidade imensa de se por na pele do outro e avaliar e mudar perante o sofrimento do outro e ser um médico muto mais próximo do doente.



Grande , grande este homem que à porta do seu consultório escreve:

a mente humana é como um paraquedas. Só funciona quando aberta!



Parabéns , meu querido e ilustre amigo. É isso mesmo.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

O nosso subsconsciente regista tudo o que nos rodeia,mesmo que disso não tenhamos consciência


Esta noite tive um sonho que me deixou um pouco triste e me fez pensar.

Estava num projecto que durante 13 anos me ocupou a tempo inteiro - a fundação e direcçao do Coro dos Pequenos Cantores de Coimbra - e com alguém íamos partoicipar num espectáculo.

Um senhor muito dedicado, que não dsei quem era, ia comigo no carro e de repente começou a mirrar e...morreu sem qualquer apelo ou socorro.

Sentia a dificuldade de dizer à família o que tinha acontecido, para além da dor da partida daquela pessoa e a situação de limite de nada poder fazer!

Acordei e pensei:

1.º Houve alguém na minha vida que morreu do meu lado e que muito me doeu e por quem eu nada pude fazer. Já lá vão uns anitos,mas ficou gravado tão fundo que agora saltou.

2.ºMorreu um menino da Escola do meu Neto e isso também me perturbou bastante pensando na dor daquela família

3.ºREcebi um email que muito me impressionou sobre os Planetas e estou convencida que os Planetas nascem e morrem como os seres humanos.

4.º Fez me pensar muito na nossa passagem por este plano.

Tudo o que nasce, cresce e. ..morre.

Tudo.

Todos!

Então como viver aquele espaço que nos é oferecido?

Qual a melhor maneira de chegar à nossa essência...De nos relacionarmos com os outros...com o mundo ..com a Natutreza...com os animais...?

Descobrir o sentido positivo , o optimismo no dia a dia...enfim sentir-se bem na sua pele.

Um trabalho que exige atenção, gratidão e alegria!

terça-feira, 14 de julho de 2009

A internet , asas sobre o mundo que nos ajuda a Ser mais completamente


Hoje, como habitualmente , fui dar uma espreitadela nos meus emails...

Desejava muitissimo partilhar convosco, emails fantásticos que recebi,mas não consigo anexar aqui os anexos dos emails recebidos...

Um mostrava as imensas possibilidades do Hubble que fotografa o universo quase até ao infinito!

Maravilhoso tudo o que podemos alcançar.

Depois , ocorreu-me uma ideia, ao reparar na textura e aspecto de Planetas como Marte, Plutão e os outros quase todos mortos e sem vida...

Será que um dia , eles terão sido como a Terra, frescos e cheios de vida?

Será que um dia a Terra se tornará como aqueles planetas sem vida e queimados?

Tanto mistério que o Homem ainda tem para descobrir .

Um desafio permanente e apaixonante.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Querem conhecer o Lobo Mau de Oñati?


O Senhor Lobo Mau de OÑATI


Chegámos a Oñati já tinha caído a noite.
Não se viam muitas pessoas na rua, mas um casal parara junto a nós para nos ajudar.
Até tivemos algum medito por não estarmos a habituados a tanta delicadeza.
Nunca nos deixaram, até termos chegado ao nosso destino final.
Foi logo assim o nosso primeiro contacto com esta Terra, que não podemos esquecer. uecer..……………………………………………………………………………………………..
Em frente ao meu quarto havia uma floresta verde, verde, verde.
Parecia mesmo que as árvores entravam pela minha varanda.
Ao cair da tarde, aquele lugar mágico, era povoado pelos pios de algumas aves que aproveitavam para festejar a vida, o encontro.
Vindas de todas as paragens, juntas a cantar , cantar, cantar..
Havia também na floresta, uma capoeira com Galinhas e um Galo.
Mal o sol rompia, o Senhor Galo, dono e chefe da capoeira, simpaticamente saudava toda a gente que morava ali à volta .
Nos primeiros dias da nossa chegada, nem queria acreditar, que o Senhor Lobo Mau que ali morava, como dizia o meu neto Dani que tem 2 anos, pudesse governar e gerir tão bem, toda aquela bicharada.
Mas na verdade, o Lobo Mau da Floresta de Oñati era mesmo um lobo especial.
Não fazia mal aos meninos, porque como eram vizinhos e estes se portavam bem, conheciam-se e eram todos muito amiguinhos.
Aliás os meninos ali à volta, portavam-se sempre mesmo muito bem.
Comiam a sopa toda, não faziam birras, tomavam banho e obedeciam às sugestões e ás horas marcadas pela VóVó.
Sabiam eles muito bem que o Senhor Lobo era amigo e protegia todos os meninos bem comportados, mas pelo sim e pelo não, tinham que se portar muito bem. Nada de abusos…Nunca se sabia se o Senhor Lobo se podia zangar de repente.
E assim viviam todos felizes.
Os meninos cresciam em paz, obedientes, muito animaditos e sempre muito estimados, bem amados pelos seus familiares e vizinhos...
Nos estabelecimentos diversos, havia sempre um rebuçado ou um doce para as Crianças.
De vez em quando, os meninos e as meninas , de mão dada com a Vóvó, iam para cumprimentar o Senhor Lobo, mas ele estava sempre tão ocupado que nunca o chegavam a ver, embora tivessem a certeza que ele vivia ali mesmo ao lado, naquele floresta.
Essa protecção dava-lhes segurança.
Reforçava ao mesmo tempo, o respeito que crescia dentro dos seus coraçõezinhos.
Aliás Oñati era uma cidade particular que crescia num vale entre montanhas. Mal acordava, a cidade espreguiçava-se. Esticava os braços que tocavam logo o outro lado da montanha.
As flores cresciam. Enchiam de cor os jardins e os balcões enfeitados das velhas casas morenas, de pedra, brasonadas a falar de tantos que por ali já passaram e amaram aquele lugar quase sagrado.
Os homens, pais e avós, lenta e calmamente, empurravam com carinho atencioso, os carrinhos de bébés que se viam por todo o lado.
As pessoas ao cruzarem-se , saudavam-se cordialmente e sem excepção. Ajudavam-se uns aos outros com gentileza e disponibilidade.
Nunca vi guardas, nem polícias.
Talvez tudo isto, porque o Senhor Lobo Mau da floresta de Oñati é que estabelecia a lei local.
Todas as pessoas desde muito pequenas, sabiam bem que havia regras para cumprir. Isto ia passando de pais para filhos . Respeitando-as tudo correria bem!
Cada um fazia o sei trabalho o melhor que podia, para ajudar o seu vizinho e todos viviam em paz. Unidos.
Tudo estava muito limpo. Havia pouco trânsito, o que facilitava a vida das pessoas que se encontravam no jardim para conversar, quando estavam livres ou então os mais velhos já libertos das suas tarefas, nunca se sentiam sós.
Oñati era plana e havia rampas por todo o lado para facilitar a vida de quem disso necessitasse.
Um lago com cisnes e patos, acolhia também pombas e pardalitos, que em feliz convivência, tinham as suas refeições abundantes, garantidas, tudo a horas certinhas.
Algumas vezes, víamos uma senhora que pontualmente, trazia uma saquinha com miolo de pão e legumes cortados para dar aos animais.
A água cantava de pedra em pedra. De vez em quando , os patos mergulhavam e iam namorando. Ali mesmo, à vontade, perante os meninos e meninas que com seus pais ou avós, iam observando a vida e faziam perguntas, num diálogo calmo e natural.
Uns patinhos muito marrecos e desajeitados entravam e saiam das cabanas para escorregarem até ao lago e logo começarem a deslizar rápidos.
E os meninos encantados, atiravam-lhes comida e sorriam ao ver os patitos ligeiros mergulhar como se fossem brinquedos de corda, só que aqui eram mesmo patinhos verdadeiros.
Todos os dias de manhã, quando o sol entrava farto e luminoso pela nossa portada da varanda, saímos contentes para saudar em coro, o nosso vizinho:
- Bom dia, Senhor Lobo Mau!
Queremos desejar-lhe um muito bom dia.
Depois, ficávamos muito quietos e caladinhos a escutar o eco que nos respondia, na ramaria verde que tremia e trazia uma aragem nova.
- Bom dia, meninos. Portem-se bem que é para serem lindos e crescerem felizes - imitava a Vóvó com voz grossa.
Ela já tinha visto o Lobo Mau quando era pequenita . Sabia que este era amiguinho e até protegia os meninos de Oñati.
Quem vinha para aqui , aprendia muito cedo a respeitar-se e a respeitar o Senhor Lobo Mau que era bonzinho, mas não gostava lá muito de abusos.
Alguns meninos, como sabiam que ele era uma boa pessoa, diferente do Lobo Mau do Capuchinho Vermelho, às vezes não se portavam lá muito bem, mas rapidamente retomavam o bom caminho, porque não queriam saber e ou ver zangado o Senhor Lobo Mau. Nunca se sabia se ele podia vir a fazer uma partidinha das suas.
Todos os meninos de Oñati sabiam da existência do Senhor Lobo Mau, ali na floresta e os que não sabiam, iam à Escola , na Casa da Torre, do Jardim Público.
Aí funcionava uma Escola-Atelier para os meninos, filhos de emigrantes que iam chegando. E até lá havia também meninos idos de Portugal.
Aí aprendiam a falar o dialecto local, jogos e contos que homenageavam o Senhor Lobo Mau da floresta de Oñati, que mesmo nós , nunca mais vamos esquecer.
Aliás é uma figura tão especial que até gostaríamos de o convidar a vir à nossa cidade.
Achamos que de vez em quando, conhecer pessoas como o Senhor Lobo Mau, até pode ser interessante por todas as razões que vamos descobrindo à medida que crescemos.
Não é mesmo assim , caro leitor?

domingo, 12 de julho de 2009

Oñati, uma cidade onde é bom viver!


Tive com Oñati uma experiência de amor com este local raro de paz e de ar lavado.

O verde da floresta que protege, envolve e emoldura esta pequena cidade, obriga-nos a acreditar numa Humanidade solidária .

Além disso, respira-se leve o sopro das das montanhas que aconchegam a cidade.

O que começou por me surpreender e encantar, foi o facto de todos os habitantes se saudarem ao cruzar na rua e ...quase todos se conhecerem. Conheciam a pessoao e toda a sua história familiar.

Outra surpresa agradável foi ver tanta, tanta Criança!

Criança é sempre sinal de esperança, confiança na vida e marca de generosidade humana.

Depois, foi com uma alegria imensa , como se via na maior parte das vezes , os homens de todas as idades, empurrando os carrtinhos de bébés.

Interessante verificar a grande quantidade de bébes gémeos.

Como se eles tivessem escolhido aquele local para nascer e crescer com amor por conhecerem de antemão que iam encontrar qualidade de vida, amor e um local diferente para serem!

Pois diz-se que escolhemos os nossos pais, o local , os pais, para encarnar...

Será isso mesmo assim?

Mistérios que pesam nas nossas vidas até aquele dia do frente a frente.

Até lá , agradeço a Oñati e às suas gentes , o acolhimento amigo e fidalgo.


Adeus , Oñati!
Muito obrigada.

Trouxe-te no coração.

Gostava de voltar a ver-te.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

domingo, 5 de julho de 2009

Como a saúde é o maior bem e gosto de poder ajudar, partilho algo importante!

Cuidado com a gripe. PREVINA_SE!

- tome pelo menos um litro e meio de água por dia (sempre preferindo água natural e de preferência água mineral de boa qualidade).
- Não tome leite, principalmente se estiver resfriado ou com sinusite, pois produz muito muco e dificulta a cura.
- Use e abuse do Iogurte natural, um excelente alimento do sistema imunológico.
- Coloque bastante cebola na sua alimentação.
- Use e abuse do alho que é excelente para o seu sistema imunológico.
- Coloque na sua alimentação alimentos ricos em caroteno (cenoura, damasco seco, beterraba, batata doce cozida, espinafre cru, couve) e alimentos ricos em zinco (fígado de boi e semente de abóbora).
- Faça uma dieta vegetariana (vegetais e frutas).
- Coloque na sua alimentação salmão, bacalhau e sardinha, excelentes para o seu sistema imunológico.
- O cogumelo Shiitake também é um excelente anti-viral, assim como o chá de gengibre que destrói o vírus da gripe.
- Evite ao máximo alimentos ricos em gordura (deprimem o sistema imunológico), tais como carnes vermelhas e derivados.

- Evite óleo de milho, de girassol ou de soja que são óleos vegetais poli-insaturados. Importante: mantenha suas mãos sempre bem limpas e use fio dental para limpar os dentes, antes da escovação



( fígado de boi??? )



Assunto: Fwd: FW: Receita anti-gripe A - URGENTE



É sempre bom prevenir . A pedido de um amigo de pesquisas no tempo do nosso saudoso e querido Corsini, do qual fui amigo (nos anos 70) e discípulo no começo dos anos 80 em Imunologia e Genética (Unicamp), vou repassar a todos a maneira mais correta e saudável de enfrentar essa Influenza A (erroneamente chamada de gripe suína). O melhor que vc pode fazer é reforçar o seu sistema imunológico através de uma alimentação correta e saudável, no sentido de manipular sua imunidade, preparando suas células brancas do sangue (neutrófilos) e os linfócitos (células T) as células B e células matadoras naturais. Essas células B produzem anticorpos importantes que correm para destruir os invasores estranhos, como vírus, bactérias e células de tumores. As células T controlam inúmeras atividades imunólogicas e produzem duas substâncias químicas chamadas Interferon e Interleucina, essenciais ao combate de infecções e de tumores. Bem vamos ao que interessa, ou seja quais alimentos são importantes (estimulam a ação do sistema imunológico e potencializam seu funcionamento). Antes de mais nada, tome pelo menos um litro e meio de água por dia, pois os vírus vivem melhor em ambientes secos e manter suas vias aéreas úmidas desestimulam os vírus. Não a tome gelada, sempre preferindo água natural e de preferência água mineral de boa qualidade. Não tome leite, principalmente se estiver resfriado ou com sinusite, pois produz muito muco e dificulta a cura. Use e abuse do Iogurte natural, um excelente alimento do sistema imunológico. Coloque bastante cebola na sua alimentação. Use e abuse do alho que é excelente para o seu sistema imunológico. Coloque na sua alimentação alimentos ricos em caroteno (cenoura, damasco seco, beterraba, batata doce cozida, espinafre cru, couve) e alimentos ricos em zinco (fígado de boi e semente de abóbora). Faça uma dieta vegetariana (vegetais e frutas). Coloque na sua alimentação salmão, bacalhau e sardinha, excelentes para o seu sistema imunológico. O cogumelo Shiitake também é um excelente anti-viral, assim como o chá de gengibre que destrói o vírus da gripe. Evite ao máximo alimentos ricos em gordura (deprimem o sistema imunológico), tais como carnes vermelhas e derivados. Evite óleo de milho, de girassol ou de soja que são óleos vegetais poli-insaturados. Importante: mantenha suas mãos sempre bem limpas e use fio dental para limpar os dentes, antes da escovação. Com esses cuidados acima e essa alimentação... os vírus nem chegarão perto de vc. Abraços 6 de maio de 2009 (uma pequena contribuição para vc enfrentar essa e qualquer gripe que porventura apareça no seu caminho). Se achar útil por favor repasse aos seus amigos... -- Prof. Dr. Odair Alfredo Gomes Laboratório Morfofuncional Faculdade de Medicina - Unaerp Fone: 36036744 ou 36036795


O Windows Live ajuda-o a manter-se em contacto com todos os seus amigos,
num só local.
Instale o novo Internet Explorer 8 otimizado para o MSN. Download aqui

Pela gravidade das coisas e pelo mt que desjo ajudar quem posso...aqui ficam os avisos





Previna-se da gripe!






- tome pelo menos um litro e meio de água por dia (sempre preferindo água natural e de preferência água mineral de boa qualidade).
- Não tome leite, principalmente se estiver resfriado ou com sinusite, pois produz muito muco e dificulta a cura.
- Use e abuse do Iogurte natural, um excelente alimento do sistema imunológico.
- Coloque bastante cebola na sua alimentação.
- Use e abuse do alho que é excelente para o seu sistema imunológico.
- Coloque na sua alimentação alimentos ricos em caroteno (cenoura, damasco seco, beterraba, batata doce cozida, espinafre cru, couve) e alimentos ricos em zinco (fígado de boi e semente de abóbora).
- Faça uma dieta vegetariana (vegetais e frutas).
- Coloque na sua alimentação salmão, bacalhau e sardinha, excelentes para o seu sistema imunológico.
- O cogumelo Shiitake também é um excelente anti-viral, assim como o chá de gengibre que destrói o vírus da gripe.
- Evite ao máximo alimentos ricos em gordura (deprimem o sistema imunológico), tais como carnes vermelhas e derivados.

- Evite óleo de milho, de girassol ou de soja que são óleos vegetais poli-insaturados. Importante: mantenha suas mãos sempre bem limpas e use fio dental para limpar os dentes, antes da escovação



( fígado de boi??? )



Assunto: Fwd: FW: Receita anti-gripe A - URGENTE



É sempre bom prevenir . A pedido de um amigo de pesquisas no tempo do nosso saudoso e querido Corsini, do qual fui amigo (nos anos 70) e discípulo no começo dos anos 80 em Imunologia e Genética (Unicamp), vou repassar a todos a maneira mais correta e saudável de enfrentar essa Influenza A (erroneamente chamada de gripe suína). O melhor que vc pode fazer é reforçar o seu sistema imunológico através de uma alimentação correta e saudável, no sentido de manipular sua imunidade, preparando suas células brancas do sangue (neutrófilos) e os linfócitos (células T) as células B e células matadoras naturais. Essas células B produzem anticorpos importantes que correm para destruir os invasores estranhos, como vírus, bactérias e células de tumores. As células T controlam inúmeras atividades imunólogicas e produzem duas substâncias químicas chamadas Interferon e Interleucina, essenciais ao combate de infecções e de tumores. Bem vamos ao que interessa, ou seja quais alimentos são importantes (estimulam a ação do sistema imunológico e potencializam seu funcionamento). Antes de mais nada, tome pelo menos um litro e meio de água por dia, pois os vírus vivem melhor em ambientes secos e manter suas vias aéreas úmidas desestimulam os vírus. Não a tome gelada, sempre preferindo água natural e de preferência água mineral de boa qualidade. Não tome leite, principalmente se estiver resfriado ou com sinusite, pois produz muito muco e dificulta a cura. Use e abuse do Iogurte natural, um excelente alimento do sistema imunológico. Coloque bastante cebola na sua alimentação. Use e abuse do alho que é excelente para o seu sistema imunológico. Coloque na sua alimentação alimentos ricos em caroteno (cenoura, damasco seco, beterraba, batata doce cozida, espinafre cru, couve) e alimentos ricos em zinco (fígado de boi e semente de abóbora). Faça uma dieta vegetariana (vegetais e frutas). Coloque na sua alimentação salmão, bacalhau e sardinha, excelentes para o seu sistema imunológico. O cogumelo Shiitake também é um excelente anti-viral, assim como o chá de gengibre que destrói o vírus da gripe. Evite ao máximo alimentos ricos em gordura (deprimem o sistema imunológico), tais como carnes vermelhas e derivados. Evite óleo de milho, de girassol ou de soja que são óleos vegetais poli-insaturados. Importante: mantenha suas mãos sempre bem limpas e use fio dental para limpar os dentes, antes da escovação. Com esses cuidados acima e essa alimentação... os vírus nem chegarão perto de vc. Abraços 6 de maio de 2009 (uma pequena contribuição para vc enfrentar essa e qualquer gripe que porventura apareça no seu caminho). Se achar útil por favor repasse aos seus amigos... -- Prof. Dr. Odair Alfredo Gomes Laboratório Morfofuncional Faculdade de Medicina - Unaerp Fone: 36036744 ou 36036795


O Windows Live ajuda-o a manter-se em contacto com todos os seus amigos,
num só local.
Instale o novo Internet Explorer 8 otimizado para o MSN. Download aqui

Hoje é domingo. Já fui à Missa!


Fui à Missa e não tenho vergonha de o dizer .
Até gosto de afirmar aquilo que sou.
Quem se envergonha de afirmar Deus, como pode esperar que Ele o faça também?
Já dizia S.João Bosco que somos como uma bilha: a medida da nossa bilha , é o que recebemos d'Ele!
Ele só espera que O busquemos , porque nos fez livres. Quem ama é assim, Espera e nada exige em troca. Ama simplesmente!
Mas vou à missa , porque se Ele me dá a vida toda, como não se há-de tirar 1 hora para O louvar em conjunto com os irmãos?
Essa coisa dos irmãos é que me entristece um pouco , porque as pesssoas que encontro , nem sempre se sentem irmãos ...Isso entristece-me muito.
Depois reparo, tal como vi nessa Europa como na Holanda, França, Bélgica etc, não há jovens na Igreja. Éramos todos já bem entrados , de cabelo branco , bengalas... Havia apenas 1 casal, reparei .
A Igreja estava tão vazia que me fez muita muita pena.
É verdade que o sacerdote tinha uma dinâmica muito lenta, muito directivo, muito pouco de acordo com os nosso tempos que exigem participação e compromisso. Ele bem aludiu às vésperas e á oração em Comunidade para além da Misssa, mas...as vezes falta a paciência para coisas tão directivas e 'longínquas'.Acho que este sacerdote faz um grande esforço para cumprir , ele mesmo, q segundo consta ele até visita os dontes da sua paróquia, mas...
Outra coisa notável é que chamou a atenção para o que une os cristãos no amor a Jesus e que isso tem que ser cultivado. Também acho , claro .Tenho amigas de todas as confissões que muito amo e com quem sou capaz de orar com muita muita alegria!
mas há uma coisa que me custa imenso: havia um coro que acabou por abandonar esta igreja, pq o Sacerdote que só canta da cabeça e se sobrepõe a todos , porque é tão directivo e poilvalente ( talvez zelo em excesso, quem sabe?) não deixa ninguem cantar! Parece que penbsa que somos todos tão ' trouxas ' e incapazes q só ele canta sozinho.Faz me muita pena.
Mas Deus sabe que gosto de cantar para ELE.
Era uma das maiores alegrias , cantar nesse grupo para Ele...Mas ...

sábado, 4 de julho de 2009

Numa viagem ao Pereiro fiz esta foto


Dos motivos que mais gosto de reter , são as flores, o céu, o mar e... o resto é segredo ..não posso dizer ,mas não pense nada de mal.
É segredo simplesmente...Depois vão vendo...

Viajamos tão rápido que pensamos no passado...

Fui a Lisboa com a Mila em 90 minutos, na ida. Depois mais tarde , o mesmo para o retorno.
O seu carro é um Mercedes automático, como aqueles em que eu viajavva habitualmnete no Canadá e USA.
Lá é o normal. Caro são a saúde e a educação.
O resto é muito acessível a quase toda a gente ...que trabalha.

Na realidade, programou-se o carro à partida de Coimbra, e com um conforto doce e agradável, rapidamente chegámos sem cansaço nem chatice alguma.

Quando vínhamos na estrada, olhei uma placa que dizia Carregado. Foi então que me lembrei qundo em Portugal se comemorava um grande feito , ao inaugaurar a ligação entre Lisboa e o Carregado.
Pensarmos nós agora quantos elicópteros na noite adormecida cruzam o céu e passam por cima da minha casa, para os Hospitais da Universidade, transportando doentes com a rapidez que exige salvar uma vida.

E ao falar de transportes, já nem falo dos carros de cavalos.
Espantavam-se todos quando ouvissem falar do TVG e sobretudo se vissem os cambóis tão vazios e com uma despesa táo grande para o país sem grande rentabilidade. Estes combóios rápidos., os do futuro talvez mais caros, seria bem pior.
De facto quem tem muita pressa e tem dinheiro , vai mesmo é de avião entre Lisboa e Porto e também Vila Real. Estamos numa era de grandes velocidades, de comunição e de muitas pressas.
Desde que não nos esqueçamos de estar vivos com a pressa de viver...Tudo bem.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Rosa vermelha para quem gosta de flores...


Fascina-me a perfeição de uma rosa.
De todas as flores do meu jardim , guardo-lhes a alma, fotografando-as.
Depois, visito-as de vez em quando . Aliás elas continuam vivas dentro de mim, perfumando o meu espírito que se alimenta de BELEZA E gratidão pela minha rosa que nunca morre senão comigo. Obrigada, linda Rosa.
És a minha linda amiga de sempre.

# de Julho! 3 é um numero mágico...

Disse que o número 3 é mágico. Tenho me interessado por Numerologia o que no Canadá , nas Caraíbas e no Brasil
é motivo de algum interesse por parte das pessoas. Ora os números e as letras têm uma energia muito particular. Deus criou o mundo com uma exactião e um precisão tal que nem só um cabel0 cai da nossa cabeça sem que Ele saiba. Ora isto leva nos a estar atentos ao mundo que nos rodeia e por isso aprender a ler os sinais também nas letras e nos números. A conhecer as compatbilidades , por exemplo. A numerologia é isso também. Um caminho de autoconhecimento.
Esta área tocou me de tal forma que aprofundei o mais que pude e continuo. Aprendi a fazer cartas numerológicas para mim mesma e para os que contacto e..logo logo fico com o retrato da alma dessa pessoa. Eu não estava muito certa disto no início ,mas depois fui obrigada a constatar que é assim mesmo. Fantástico este caminho para nos conhecermos melhor e no modo de ter mais saude e ajudar os outros pondo a render os nossos talentos.
Numerologia um caminho e uma porta de autoconhecimento....

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Estas sao algumas das colegas a quem dedico o meu Poema abaixo inserido beijos lucinda

Já fomos crianças, jovens.
Agora colhemos flores do jardim das nossas vidas ainda floridas e verdejantes...
Lucinda

Poema dedicado as minha colegas do colegio

Poema para as minhas Amigas Encontro Hotel Dom Luis, em 6 Junho 09

A vida voa sem destino…
Hoje, cansadas, Avós
Algumas acompanhadas,
Outras muito sós.
Ontem, mães felizes com o seu menino.
Canseiras. Alegrias. Paixões. Desgostos. Tudo guardado na palma da mão
Impresso nos rostos…
Ontem, corpos esculturais
Por onde o tempo passou
E deixou marcas ...Sulcos
Que não se apagam jamais!
Os nossos Filhos, bandeiras ao vento
Vivendo seus ideais.
Ingratos? Distantes?
Presentes? Sementes…
Amanhã que se renova
Estão em prova, tal como nós para com nossos Pais.
O tempo passa. Tudo é lição.
Aprender com os erros
Humildade. Amor. Perdão.
Tudo isso é missão…
Algumas já ficaram pelo caminho
Regressam ao mistério
Da renovação.
Do refrigério.
Da paz
Do silêncio eterno…
Para algumas
A vida foi boa.
Para outras, inferno.
HOJE, NESTE ENCONTRO DE CARINHO
Saibamos irmãs,
Amparar-nos
Na dor!
Façamos um pacto
Pacto de amor
E sigamos, sorrindo
Certas que embora gastas
Cansadas
Avós
Enquanto viver uma de nós, Jamais estaremos sós!
Beijos
Lucinda ferreira

quarta-feira, 1 de julho de 2009


Este gatinho foi um dos que foi 'morar no céu.'.....

No mês de Agosto do ano passado e já este ano, a minha vizinha da frente, que odeia animais ( assim parece , pq até trata mal e insulta quem defende essas criaturas de Deus que não sabem nem se podem defender...) mandou chamar as gaiolas do gatil da CMC que matou mais de 30 gatinhos . Eram todos os que apareciam..Debaixo quase da minha janela. Fiquei doente...porque era algo bárbaro mesmo. Houve alturas que os animais no auge do calor, entestados ao sol , ficavam fechados na gaiola um fim de semana sem comer nem beber, antes de serem mortos (...). Dp telefonei para o fa gatil e mobilizei quem pude e entao ao fim de semana deixou de estar a gaiola assassina.... Não houve pessao a quem eu nao recorresse para parar isto, pq se as pessoas estão incomodadas com os animais , tb há quem
fique incomodado com as barbaridades que se fazem aos animais e pelo que sei somos todos cidadãos que não gostam de ser incomodados. Eu fiquei doente. Ainda hoje quando pára uma carrinha em frente, parece que é o mesmo som da carrinha do canil...´
Enfim poderiam esterilizar os animais e manter a colónia de gatos. Depois vão espalhar raticida e outros químicos agressivos , pq os ratos vão proliferar?
E quem é agressivo tenm tds os direitos defendidos e quem não gosta e sofre por ver os naimais mal tratados é 'esquisistio'? Mt sensível? - como ousam dizer...
Anda tudo ao conrário. Ainda não perceberam que tantoos animais como as plantas têm o mesmo direito a viver neste Planeta como nós os humanos que tudo recebemos e pouco agradecemos e repeitamos...Custa mt viver no meio da ´barbárie...desculpem o desabafo..

Um poema para marcar presença



Poema intitulado:
O MEU CORPO TRANSPARENTE



No meu corpo de vidro transparente
Existe um jardim
De flores mimosas…perfumadas.
Sentado no banco do meu coração
O meu Amor voa de braços estendidos
Nos meus braços em forma de asas.
Depois vai de mansinho espreitar pela janela dos meus olhos.
Quando nos quedamos a olhar o mundo
Miramo-nos fundo
E tudo à nossa volta
São botões de rosa abrindo!
Quando os meus lábios se abrem num sorriso
Ele queima - me a boca com beijos
De fogo
E das nossas bocas solta-se um rio de mel
Onde as abelhas penduradas
fazem ninhos de amor
e grávidas de perfume
vão fecundar as flores que se abrem ao Sol.
Todos os dias ao alvorecer
Me espreguiço no peito do meu Amor!
Ele conhece os milímetros do meu corpo transparente
Porque eu sou a sua casa e ele mora quentinho
Dentro de mim.
Gosto de o ver feliz como uma criança
Espreitando os grilos e os ralos
Que se escondem pela noite sem fim na relva dos meus cabelos negros.
Já combinámos o meu Amor e eu
Vamos construir uma cidade dentro de mim,
Porque o nosso amor floriu para muita gente
E hoje somos um verdadeiro jardim.