terça-feira, 16 de março de 2010

Saudades

Tenho saudades de comunicar no meu blog ,mas ele está sempre enguiçado e não consigo avançar.
Há por aí alguém que possa dar uma ajuda?
.........................................................................................................................
História de um velhinho de 93 anos!

“As verdadeiras palavras não são sempre belas , mas as belas palavras são sempre verdadeiras”
Anónimo

Era uma vez um menino que gostava de contar histórias.
E contava…contava… contava…
E o seu pai, prestava-lhe um carinho atento, todos os dias da sua vida…
Um dia pensou:
e se eu reunisse todas estas histórias e até acrescentasse notícias da nossa terra, imagens …e quem sabe alguma publicidade que ajudasse a crescer este projecto?
Até podia convidar amigos que expressassem o seu pensamento e sentir, técnicos e jornalistas que dessem uma maior projecção a esta folhinha nova e empenhada em fazer companhia, ajudar e divulgar tudo, o que é bom e contagiante…
……………………………………………………………………………………………..
E assim a Família Sousa foi melhorando, alargando com todo o carinho um novo jornal, que nascia à sombra de Santo António dos Olivais, apoiado por muitos amigos que vibravam com o progresso desta ideia.
E agora como vamos chamar-lhe?
- O DESPERTAR .- responderam todos em coro.
E assim este velhinho de 93 anos, tem vindo a visitar gente solitária, informando outros mais activos, semeando a palavra exacta e oportuna, quer semanalmente quer quinzenalmente, conforme as condições do momento, mas sempre com o mesmo espírito de serviço e de amizade.
Unidos e esforçados pelo progresso e oportunidade das palavras que se casam para fazer a novidade ou a notícia ou ainda a reflexão, o jornal vai juntando mais anos de vida à sua tarefa de levar luz, harmonia e novidades.
Assim ora se canta a vida, ora se anunciam feitos com a exactidão de um jornal fidedigno sem sensacionalismos, mas sempre com atenção ao mundo que nos rodeia, na nossa terra.
Para aqueles que gostam de se divertir, o jornal é enriquecido também com momentos de graça e curiosidades várias.
Um punhado de amigos partilha ainda com alegria, o que lhe floresce no espírito.
Os amigos que partilham apenas por amor, neste Jornal., sabem que quanto menos partilhamos, mais pobres nos tornamos …E que quanto mais damos, mais recebemos.
E assim se vai formando uma grande roda de amigos e o Jornal DESPERTAR avança em segurança!
Sempre mais alto, sempre mais além.
E a festa do encontro entre quem escreve e partilha e quem lê e colhe, acontece agora quinzenalmente.
Hoje, quero recordar com saudade, o Senhor António Sousa, homem bom com quem ainda privei e que lá do Alto, há-de sorrir feliz por perceber quanto acarinhamos o seu menino-jornal, o seu projecto, a folhinha O DESPERTAR , que um dia ele fundou com sonhos e afinco!
Afinal , estamos todos de parabéns, pois não é por uma rosa ter espinhos que deixamos de sentir a sua fragrância e a sua beleza…..pois “sempre que um homem sonha, o mundo pula e avança”!
Nota: Este artigo escrevi um pouco à pressa, para o aniversário do Jornal O DESPERTAR
Partilho com os meus amigos o artigo que irá sair naquele jornal um dia destes.