quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Ontem fui-me reinscrever no Automóvel Clube de PORTUGAL


Isto não é publicidade, mas apenas uma reflexão que partilho com os meus amigos.

Em tempos, pertenci ao ACP ,mas parecia-me que não estava a ser rentável e também porque estive fora do País.

Agora que a vida vai avançando e ficamos mais frágeis e mais sós, pareceu-me que ter um médico permanente, aconselhamento, assitência em viagem e muitas outras promessas , que isso poderia ser imprescindível neste contexto em que me encontro.

Já estão pagas as quotas por um ano . O atendimento foi excelente e o resto espero que também o seja.


Ultimamente, reparo que as companhias de seguros, e outros serviços oferecidos por quantias bem altas ( estive um ano num serviço que me prometia seguro de saúde e muitas outras vantagens. Paguei 1.500 euros por um ano e só tive desgostos e chatices, até que me vi obrigada a desistir para não ficar mais doente...)

Assim agora o ACP é mais uma promessa que espero corresponda às minhas necessidades, cumprindo eu também os meus deveres.

Parece-me algo muito simpático.Ainda estou a estudar as suas ofertas, senão passam as oportunidades e nem beneficio daquilo a que tenho direito.

A ignorância da Lei não aproveita a ninguém e neste caso , não conhecendo eu as minhas vantagens, passa-se o mesmo.Ninguém vai adivinhar aquilo que necessito.

Nota-se contudo, alguma preocupação nas empresas, de bem servir.

Ás vezes ou por competição , outras porque agora se pode publicitar os descontentamentos e desconcertos que ocorrrem. Isso não agrada muito.

Vamos lá então a ver se resolvo alguns dos meus percalços com a ajudo do ACP.

Oxalá que não precise de os incomodar. Isso só é bom para todos nós.