sábado, 28 de maio de 2011

Encontro de antigas alunas do colégio Rainha Santa Isabel 14 maio 2011





Encontro antigas alunas Colégio Rainha Santa Isabel 14 Maio 2011

Encontro
sonhos
alegria
poesia
mar… serra ..maresia.
Maio florido
as nossas almas vêem se ao espelho do tempo
mágoas conquistas
Sucessos derrotas
Partilhadas
Deixam de ser nossas
Cargas aliviadas
Retoma-se a jornada
Mais um ano
Troca-se uma flor
Um beijo
Uma dor
A vida avança
Traz a partida
Escondida
Em cada segundo que passa
Despedida
Já não há tempo
Somos eternidade
Olhamo-nos olhos
Tudo é mais verdade
O que ontem era sonho
Hoje é saudade.
E neste enlevo feito de luz
Segredos e amizade
Que o tempo tece
A vida avança
Não pára nem descansa
e …
O encontro acontece
Maio, 14 de 2011
Para cada uma das minhas colegas e amigas , todo o n meu carinho ,saudade e votos de vida feliz!
Beijos
Lucinda Ferreira.. f
linmare@edicomail.net
blog: http://lucinda-umaponteparaoinfinito.blogspot.com

Cinquenta anos depois da entarda no colegio...


Posted by Picasa

sábado, 21 de maio de 2011

A ENTREGA



21 de Maio 2011-05-21

A ENTREGA

"A confiança é um acto de fé, e esta dispensa raciocínio." Autor - Andrade

"Não há nada que faça um homem suspeitar tanto, como o facto de saber pouco." Fonte - Ensaios Autor - Bacon , Francis

A compreensão é a recompensa da fé. Portanto não procures compreender para crer, mas antes crê para compreender.
(Santo Agostinho, In Io. Ev. tr. 29, 6)

Quando confiamos em Deus, Ele é fiel e escuta a nossa prece.
Assim habituamo-nos a aceitar o que a vida nos traz, tendo a certeza que isso é sempre o melhor para nós.
Agradecemos quando as coisas são fáceis.
Agradecemos quando elas são menos fáceis, porque sabemos que isso traz em si uma mensagem. Uma lição que ainda necessitamos de aprender.
Essa certeza oferece uma paz e uma alegria, que de outro modo nunca se alcançarão.
É bem natural que num local tão denso como a Terra, onde escasseia a bondade, tenhamos que passar por experiências dolorosas.
Basta sintonizarmos, com a Justiça e o Amor anunciados e registados historicamente há dois mil anos, vividos por de Jesus Cristo e, ver como foram violentamente recusadas até à morte do Ser mais justo que alguma vez pisou a Terra.
Portanto conscientes das realidades de ontem, hoje e amanhã, são essa atitude de certezas, de fé e de confiança, num propósito maior que nos transcende, que guia as nossas vidas para luz, num caminho sereno e atento.
São ainda frutos dessa ligação ao transcendente, ao Céu, o desejo de partilhar essa felicidade com quem nos rodeia, que transforma as nossas vidas e as torna diferentes.
Quantas vezes, o nosso coração chora, embora estas mudanças, o caminho se abra à frente para muitos dispersos e infelizes, mas… ninguém escuta.
Entra por um ouvido e sai por outro. Não há eco.
Se não se despir do ego, do orgulho e do apego a este plano, a criatura humana nunca pode alcançar este estádio de felicidade e da garantia da missão para que nasceu.
Anda a correr para o abismo, para a conquista de tudo o que é material, na ilusão que de isso vai encher o seu coração. Assim vai conseguir realizar-se em plenitude - pensa para si.
Não que dizer com isto que a realização, a evolução, o crescimento neste plano estejam proibidos. Só não podem nunca, é estar em primeiro lugar e serem o unico propósito de realização.
Esse é o desastre do homem terráqueo.
Entreguemos nossas vidas ao Céu em primeiro lugar e tudo virá por acréscimo e em abundância!
Se assim não for, é caso para parar e ver o que ainda não está no seu devido lugar, de acordo com a essência humana.
A entrega é a condição sem a qual Deus não pode actuar. Isto porque Ele dotou a nossa condição humana de liberdade.
Se nos foi dito :
“ Pedi e recebereis “ ... “Batei e abrir-se-vos-á” …
E se Deus pela Sua natureza sagrada não pode mentir, depois de nos ter feito livres, é na nossa entrega, que está o segredo do nosso êxito para alcançarmos tudo o que pedirmos. Desde que isso seja o melhor para nós.
Ainda temos que sentir que se nós que somos maus, se os nossos filhos nos pedirem pão, não damos uma pedra, quanto mais o nosso Pai que está nos Céus, sabe o que nos convém e atende os nosso pedidos.
Entregar e caminhar.
Se o caminho não for o mais fácil, ele sempre traz em si um bem maior.
Temos que estar certos. O controlo e resistência opõem-se á actuação amorosa de Deus nas nossas vidas.
A entrega que não exclui a acção e o esforço, é a grande solução.
Não duvide nunca.
Esse é o caminho da serenidade e do sucesso.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Desabafo



19 de Maio de 2011
Desabafo


Desenvolver força, coragem e paz interior demanda tempo. Não espere resultados rápidos e imediatos, sob o pretexto de que decidiu mudar. Cada ação que você executa permite que essa decisão se torne efetiva dentro de seu coração."
Dalai Lama
Toda reforma interior e toda mudança para melhor dependem exclusivamente da aplicação do nosso próprio esforço.
Immanuel Kant

Ouvi dizer já há muito, um provérbio sobejamente conhecido:
Nunca o invejoso medrou, nem quem ao pé dele morou…


De facto esta energia negativa é captada nos que estão à nossa volta que não conseguem disfarçar.
Faço sempre que não percebo.

Redobro de simpatia para com essas pessoas e nem sequer é cinismo. Ainda ficam mais irritadas.

Provocam-me alguma tristeza, mas são os irmãos que temos …


Sinto e penso que a inveja é a expressão da admiração, no seu estado mais negativo.

As pessoas têm pena de não terem tido aquelas iniciativas ou não terem sido capazes de fazer algo antes.

E o caso do ovo de Colombo. Todos sentem que podiam ter feito o mesmo, mas não fizeram!
Alguns humanos, depois vão roubar o que eles sentem que foi um êxito, mas que não foi seu.
Além de invejosas, são desonestos.


Para um invejoso é muito mais fácil “proteger” uma pobre coitada criatura que está na mó debaixo, porque isso lhe confere poder, do que ser capaz de partilhar o êxito de alguém que antes lhe estivera sujeito.

Falta a grandeza de alma.


Inicialmente, fica-se triste com estas situações que se repetem ao longo da vida.

No meu caso, comecei bem pequena em criança, quando recebia elogios na Escola e na Catequese.
Não gostava que me elogiassem. Só bastante mais tarde percebi, repetindo-se isso na minha vida, que isso me expunha demasiado.


Nunca fiz nada premeditadamente para sobressair.

Era assim, porque não podia ser de outra maneira. Tinha que ser mesmo assim.


Em criança, a seguir aos elogios, levava sempre pancada dos que não tinham sido elogiados.

E lá está, talvez o ser humano tenha que ser educado e ajudado para se poder alegrar com o êxito do outro.
Todos temos potencialidades.
Temos é que trabalhar para as desenvolver
Uns são bons numa coisa, outros são bons noutra coisa.


A questão é que há quem não faça, mas também não queira que o outro realize.
E o pior de tudo é quando o veneno é tanto, que se chega a caluniar e ensombrar o nome do outro.

Mas… como a luz não esconde sob o alqueire, pode haver alguma dúvida nas pessoas que não tentam observar elas com seus próprios olhos e se deixam ir em conversas, porque elas também comungam desse mesmo espírito inferior e por isso logo se juntam ao grupo mais invejoso, mas há de chegar o momento que quem é mais correcto não aceita conversas que não edificam.


O que a mim sempre me fez pensar , é que ninguém atira pedras a uma árvore que não dá frutos.


E já agora se compreende:
como é que pode haver gratidão pelo esforço de quem trabalha e até nos ajuda , se o sentimento primeiro á tal invejazita que rói sem parar?


Valha-nos Deus que nos dê paciência com estes irmãozinhos…
Não fazem e ficam tão abespinhados quando os outros avançam…
A mim está me sempre a acontecer isto , mas eu já não me importo.

O prazer é grande ao realizar o que gosto e que Deus me ajuda e até corre bem. O o resto é só sorrir e fazer sempre coisas novas.

Às vezes a inveja dos outros até serve de desafio e estímulo, mas não vale a pena alguém despenhar esse papel tão negativo.

É bom ter consciência dessas nossa atitudes.

Termino com o grande Augusto Cury…
Dar a outra face é um símbolo de maturidade e força interior. Não se refere à face física, mas à psíquica.

Dar a outra face é procurar fazer o bem para quem nos decepciona, é ter elegância para elogiar quem nos difama, altruísmo para ser gentil com quem nos aborrece.

É sair silenciosamente e sem estardalhaço da linha de fogo dos que nos agridem. Dar a outra face previne homicídios, traumas, cicatrizes impagáveis.

Os fracos se vingam, os fortes se protegem.

Livro O vendedor de sonhos
Augusto Cury

O mundo é tão vasto! Há lugar sempre para todos.


linmare@edicomail.net

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Coabitar e conviver



Há dias ouvi alguém analisar a diferença entre conviver e coabitar.



De facto a grande diferença é que, coabitando as pessoas resolvem tudo com prendas que não são de apreço, mas que tentam tapar tudo o que é essencial para alguém se sentir acompanhada e confortável na relação.



Parece algo muito básico, mas é mesmo assim.
Quando se convive a relação assenta no apreço e no respeito pelo outro.



Escuta-se com agrado o que tem para nos dizer e além disso, podemos partilhar, certos de que o outro até gosta de nos escutar.
Há um enriquecimento mútuo na caminhada que prossegue com alegria para todos os implicados.




È certo que na coabitação, tudo é mecânico e por vezes até há mesmo alguma dose de má vontade.




Trabalha se muito para justificar a falta de carinho, de diálogo.



Há muito pouco para se dizer…




Ter consciência disto é mesmo para mudar o que o puder ser mudado…

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Quem se atravessa no meu caminho?







QUEM SE ATRAVESSA NO MEU CAMINHO?
















Eu não posso mudar a direcção do vento, mas eu posso ajustar as minhas velas para sempre alcançar o meu destino."
( Jimmy Dean )
"Nada pode dar mais poder à sua vida do que concentrar todas as suas energias em um conjunto limitado de metas."
( Nido Qubein )
Não é porque certas coisas são difíceis que nós não ousamos; é justamente porque não ousamos que tais coisas são difíceis."
( Sêneca )
"Nunca um desejo lhe é dado sem que também lhe seja dado o poder de realizá-lo. Entretanto, você pode ter que se esforçar por ele."
( Richard Bach )
O primeiro passo indispensável para conseguir as coisas que você quer da vida é este: decida o que você quer."
( Ben Stein )
"O que você ganha, ao atingir seu objectivo, não é tão importante quanto o que você se torna ao atingir seu objectivo."
( Zig Ziglar )
Para mim, metas são o meu mapa para a vida que eu quero. Elas têm me ajudado a realizar coisas que pensei que eram impossíveis."
( Catherine Pulsifer )
"Para onde você vai é mais importante do que quão rápido você está indo. Ao invés de sempre focar no que é urgente, aprenda a focar no que é realmente importante"
( Autor Desconhecido )
)
"Se você se importa com os seus objectivos, abandone as condições. Vá directamente à sua meta. Seja a sua meta! As condições frequentemente se disfarçam em tragédias para fugir da responsabilidade. Por que não simplesmente assumir e criar a experiência que você está procurando?"
( Eric Allenbaugh )
"Sempre mire no objectivo, e esqueça do sucesso."
( Helen Hayes )
Quando você tem uma meta, o que era um obstáculo passa a ser uma etapa de um dos planos."
( Gerhard Erich Boehme )

Sabes muito bem o que é uma meta.
O atleta já treinou. O atleta vai competir e quer ganhar.
Imagina-te a correr para chegares em primeiro lugar.
Para alcançar os objectivos que traçaste perante ti próprio em primeiro lugar.
Tiveste, antes de tudo, medir forças contigo mesmo/a.
Concluíste que estavas apto/a e que querias mesmo ganhar.
Para isso, pergunto-te:
quando vais a correr , achas que podes dispersar-te seja lá com o que for, ou os teus músculos, o teu coração , todas as células do teu corpo , obedecem e colaboram com o teu projecto?
Sem dúvida que não pode haver distracções, nem opiniões, nada!
Quem se atravessa no teu caminho?
Com que finalidade?
Respeita te quem não entende e se atravessa nas metas que escolheste?
A não ser o que te gritar palavras de encorajamento para chegares mais facilmente ao fim que escolheste. Só a esse podes ouvir, mesmo sem perda de tempo, enquanto avanças para o final.
Mas nunca permitas que te detenham. Perdes tudo. È o vazio. A derrota total. Neste campo, não pode a haver parcerias. Nem colaborações. Aqui elas não têm cabimento.
Pois na vida, seja o que for que decidires que é uma tua meta pessoal, depois de escolhida, já não há nada nem ninguém que te possa deter. Distrair ou prejudicar até chegares ao fim!
Depois vê bem:
é tão pessoal e tão única e irrepetível a jornada , que ninguém a pode viver por TI.
Tu estás implicado com todo o teu ser e só tu respondes pelo teu esforço. O mérito ou derrota são tuas e só tuas! Donde tens de te defender de tudo que te possa impedir de chegar o mais rápido possível.
Portanto assume perante ti próprio, a s tuas decisões.
As tuas escolhas, as tuas metas, como se de um corrida se tratasse.
Uma corrida em que a tua vida está implicada e que tem que te conduzir à vitória. Senão a vida é frustração. Derrota e a responsabilidade é tua e só tua, porque não percebeste que a dispersão do teu objectivo, nunca pode ser algo de positivo para ti, embora possas ser presa de espertezas de lobos com peles de cordeiros, com vista à prossecução dos objectivos deles, mas que não têm nada a ver contigo.
É necessária muita atenção. Concentração. Segurança.
“Simples como as pombas, mas prudente como as serpentes”é uma das normas de sucesso na prossecução das metas escolhidas. Fundamentais na vida de cada um.
O sucesso para alcançar a meta tem um rosto solitário, por vezes!
Imagina-te a correr num estádio e compreenderás o que queres da vida e o que isso implica.
Quem não sabe para onde vai, nunca chega a lugar algum.

domingo, 8 de maio de 2011

Afinal quem são os nosso jovens?



Afinal quem são os nossos jovens?

O que deve caracterizar a juventude é a modéstia, o pudor, o amor, a moderação, a dedicação, a diligência, a justiça, a educação. São estas as virtudes que devem formar o seu carácter.
Autor: Sócrates
A juventude se reconhece por 3 sinais essenciais: a vontade de amar, a curiosidade intelectual e o espírito de audácia.


Se na realidade, os nosso jovens são um modelo de comportamento, não é isso que mostram…
Hoje é domingo, o dia do cortejo da Queima das Fitas em Coimbra.
Mudaram algumas coisas, nesta festa académica.
Até o dia do cortejo.
Antes, o cortejo era sempre á 3ª feira e os “doutores” iam às salas de aula, libertar os mais novos, para poderem ir ver o cortejo.
Hoje isso já não é necessário…Não reina essa poesia, essa ligação, essa ansiedade tão gostosa daquela época.
Há uma coisa que me choca hoje em dia:
Antes, os estudantes universitários, distinguiam-se pelas suas maneiras educadas, pela sua solidariedade com os mais desprotegidos.
Havia sempre um/uma mascote na Academia que andava feliz com os doutores. O TEIXEIRA, o Tatonas….ainda foram do meu tempo.
As meninas vendiam a Pasta a favor da Casa Elysio de Moura e de facto as universitárias, com raras excepções, eram distintas nas maneiras, no trato e no comportamento.
Talvez possa haver excepções, mas serão mínimas e por isso hoje, dá nas vistas a maioria que se distingue pelo menos bom…

Hoje, meus amigos, as meninas falam pior que os carroceiros.
Fazem disso bandeira, como sinal da sua superioridade e independência.
Não respeitam ninguém. São atrevidas, rondando o ordinário.
Embriagam-se. Despudoradas, fazem sexo na relva, à vista de toda a gente. São grosseiras e libertinas, por vezes mais atrevidas do que os rapazes. Isto, porque pensam que assim dão provas da sua emancipação ou talvez porque como já não tiveram quem as educasse nem na Escola , nem na Família, andam à rédea solta.
Já ninguém tem autoridade para lhes dar uma palavra noutro sentido. Confesso que não me encanta nada este estado de coisas e pergunto me se os meus netos e neta, terão estes mesmos comportamentos ou como se costuma dizer “Como é de pequenino que se torce o pepino”, vamos ver se isso resulta e se, agrupam com colegas que sintam alegria noutras brincadeiras e comportamentos, fazem a festa com um pouco mais de nível.
Oxalá!
Mesmo que eu já não esteja neste plano. A semente já foi lançada há muito …
È certo que são jovens que brincam despreocupados na sua Queima das Fitas.
E não queremos ser críticos em demasia, mas tudo o que é demais, parece mal, costuma dizer-se.
Uma juventude sem ideal, é mau prenúncio.
Que adulto vai gerar?
Se os tempos estão difíceis, a verdade é que o desregramento em excesso, também não conduz a nenhum caminho de sucesso.
O carácter tem que se firmar enquanto somos jovens.
Senão meus amigos, há que reflectir, quando a vida já deu tantas marretadas que não há outra hipótese…
Quem sabe, mais tarde haverá um caminho de retrocesso para o reencontro…ou então será o descalabro até ao fim.
Sinto alguma tristeza ao escrever este artigo…
Talvez seja esta consciência de que fala Augusto Cury que me doa…
“A maioria dos jovens da actualidade não tem sonho, nem maus nem bons.
Eles não têm uma causa para lutar. “
Augusto Cury
linmare@edicomail.net
blog:http://lucinda-umaponteparaoinfinito.blogspot.com

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Ja plantou a sua árvore?



Vamos plantar uma árvore?




Da árvore do silêncio pende seu fruto, a paz.
Arthur Schopenhauer


Quando uma árvore é cortada ela renasce em outro lugar. Quando eu morrer quero ir para esse lugar, onde as árvores vivem em paz.
Tom Jobim


Os espinhos que colhi, são da árvore que plantei
Lord Byron

Se alguma dúvida houvesse da existência de um Ser criador de infinita Beleza e Inteligência, bastava observar a Natureza.


A sua variedade, perfeição, força, grandeza, constância, são indiferentes a tudo! Sempre a sua renovação se oferece generosamente a bons e a menos bons, apesar das agressões que são cometidas contra ela, a Mãe Natureza.


Tal como os animais que acabam de ser maltratados e logo perdoam, manifestando a sua ternura pelo dono, a natureza tem vindo a renovar-se apesar de todas as agressões humanas, Até quando? Não sabemos…


O campo vestido de cores diversas é tudo o que há de mais belo no mundo que nos rodeia. Se prestarmos um pouco de atenção e pararmos para ver de perto, o aveludado de uma rosa, ficamos comovidos. Tudo oferecido a todos. Para quem tiver alma para sentir., capaz de se emocionar e agradecer.


A grandeza, a força, a beleza, o ritmo inteligente do mar são outras tantas maravilhas que não poderão deixar ninguém indiferente.
Depois há algo que nos fará pensar:
a inteligência concedida ao homem consegue maravilhas, mas criar a vida, isso ele não consegue.
Tudo isto oferecido aos humanos por amor, para que ele usufrua, agradeça, respeite e admire.


A Mãe Natureza, como todas as mães, dá-se sem pedir nada em troca. Nela repousamos. Nela nos renovamos. Dela nos alimentamos: a alma e o corpo. Dela nascemos e a ela voltamos.
Amá-la e respeita-la tem que ser para nós, fonte de prazer e alegria.
Ela sofre muito quando a destroem. Ela não merece isso dos seus filhos a quem se dá sem reservas.


Plantar uma árvore é um gesto de grande alcance. Prova de amor e sabedoria.
Diz se que não se pode passar por este plano TERRA, sem deixar um filho, escrever um livro e plantar uma árvore…

Há então que ir lutando para deixar tudo em ordem…
Plantar uma árvore …ou muitas…será o mais fácil.
E se não temos terreno, há sempre maneira, desde que estejamos nessa disposição, conscientes disto mesmo.

Lembro-me de ter visto uma vez na televisão, um senhor reformado que se ocupava, como voluntário, cheio de alegria e comprometido com as árvores da rua que ele enfeitava de amores-perfeitos na sua base,
O seu jardim, onde todos os dias se ocupava atarefado e feliz, era no espaço público ,que partilhava com todos e que todos respeitavam com agrado e carinho..
Que coisa linda e original que merece ser imitada, não acham?

E plantar uma árvore é a mesma coisa.
Quando queremos muito uma coisa, arranjamos sempre maneira de o conseguir. Esta tem que ser uma delas.
Se todos deixarmos uma árvore ao partir, ainda assim não compensamos a perda de tantas que se torcem e retorcem aquando dos incêndios.
E não podemos esquecer que são elas que numa troca amorosa, nos fornecem o ar que precisamos para viver. Nos dão os frutos docinhos e nos cobrem e protegem do calor, nos dias escaldantes de Verão.
Uma árvore é nossa mãe. Protectora. Nossa irmã!
Há que protegê-las. Respeitá-las. Ser-lhes grato.


Então não se esqueça:
PLANTE A SUA ÁRVORE logo que puder.
Era engraçado ser no dia dos seus anos,


Meu filho plantou uma no dia do seu vigésimo aniversário.
Esta coberta de flores!

linmare@edicomail.net
Blog:
http://lucinda-umaponteparaoinfinito.blogspot.com