domingo, 30 de maio de 2010

Viseu, uma cidade verde onde é bom viver

















































Este fim de semana pude sentir e observar, como deve ser bom viver em Viseu.










A ramaria , o verde, fontes, tudo muito arrumado e limpo, arruamentos largos e até uma sensação de segurança, num ritmo leve e saudável, fizeram-me saber quem era o presidente daquela autarquia.










Disseram me que era um autarca de longa data, Presidente Ruas, agora também o presidente nacional de municípios.










Pois está de parabéns assim como todos os seus autarcas.










Reparei também como o nível do povo me pareceu notável, pois o Palácio do Gelo estava sempre cheio e comércio rolando com gente com ar divertido e feliz, tudo comendo , rindo enquanto as crianças brincavam descuidadas e cheias de entusiasmo.










Onde há muita criança, é porque há esperança e generosidade...










Reparei também em iniciativas de actividades para jovens e jornadas de solidariedade em que se pedia para ajudar as pessoas mais necessitadas de uma tal freguesia que agora não me recordo do nome.










As casas em arruamentos largos, modernos e alinhados eram cobertas de lindas flores, tais como os jardins vários, bem cuidados e abundantes.










O Parque do Fontelo, largo, verde e amplo, acolhia crianças, velhos e famílias que jogavam com os filhos, outros patinavam , outros andando de combóio , outros comendo tremoços ou sentados na esplanada gozando a bela sombra , enquanto o sol brilhava e aquecia forte a quem o desejava.










O som do football que se desrenrolava à entrada do Parque do Fontelo, dava uma nota de vida e movimento.










Entretanto os Pavões sempre vaidosos e canoros em seus ais saudosos e doces, saltitavam de árvore em árvore, como nota colorida.










Entretanto , depois de as crianças se cansaremde pularem, de subirem e descerem os escorregas coloridos, de entrarem e sairem vezes sem contas das casinhas apinhadas de meninos de todas as idades, fomos dar um belo passeio de charrette. Isso para mim foi o culminar do prazer de sentir Viseu na imponência da sua Sé que fotografei e revi mais uma vez.










Isso além do cuidado que Ivan, o simpático jovem que nos conduzia , tratava com cuidado os clientes e...o seu belo CAVALO JACKY!










Já não se fala da comida abundante, saborosa e não tão cara como noutros locias do País...










O Hotel , uma maravilha no meio do cantar da passarda e semeado de verde e de belas flores em toda volta, servido por um pessoal gentil e muito solícito.










Enfim, o Hospital novo , ele também amplo, com local para estacionar (...) sem polícia a multar(...) quando estás tão aflito tantas vezes (...)e sem saber como fazer...










Viseu, parabéns!










Deixaste em mim, um desejo de morar dentro das tuas portas por seres sereno, amplo, verde, acolhedor e além de tudo, teres as tuas ruas perfumadas de tílias frondosas e de doce odores espalhados por todo a parte, enquanto polícias simpáticos nos dão informações e riem com os seus interlocutores que respeitam a lei!

domingo, 23 de maio de 2010

Viajar











Ontem tive que ir ao Porto.








A 1.ª aventura começa, quando se procura um lugar para deixar o carro , próximo da estação dos caminhos de ferro...




Depois, embora chegue sempre mais cedo para t irar bilhete e me organizar para não corrrer, ao chegar, tive a surpresa de saber atrasado o combóio rápido em mais de uma hora.




O calor apertava e não se pode dizer que estação B em Coimbra, seja uma maravilha para se estar.




O mesmo não diria da estação de caminhos de ferro em Antuérpia, Bélgica, que certamente conheceis e que é uma beleza...




Bom , mas pensando melhor, resolvi apanhar um combóio até Aveiro,.Depois aí, apanhar 1 combóio urbano e chegar mais cedo ao meu destino num dia de 30 graus de calor...




Pensava eu e algumas pessoas que ficaram em terra, que chegaríamos mais rápido.




Chegámos a Aveiro ao meio dia e 17 m para apanhar 1 combóio numa linha distante, q ue partiria às 12 he 19m!.. sem qualquer contemplação com o que se estava a passar em matéria de atrasos.




E partiu.

Nós é que ficámos a secar 1 hora, à espera do próximo transporte, porque aquele, tendo de tirar o bilhete na bilheteira atrás de uma estrangeira q fez mil perguntas, não esperou e...no cimo da escada já...vimos partir o nosso trem.




Bom, como estou sempre em serviço, e sei q nada acontece por acaso e que estou sempre no lugar certo, porque entrego a minha vida a Quem ma concede, resolvi escutar alguém que tinha muita necessidade de falar de si . E falou muito tempo. Até gostei de ouvir.




Era um sobrevivente, piloto aviador, do célebre desastre de aviação da Serra do Carvalho , em Vila Nova de Poiares.




Estava eu em Poiares, nesse altura e lembro-me de ter ouvido 1 grande estrondo e logo de seguida se saber q cairam 8 aviões na Serra.




Fui lá ver com a minha mãe .




Fiquei mt impressionada, porque numa amálgama de ferros cortados aos bocadinhos ( algumas pessoas traziam um pedaço, como recordação...macabra...), encontrei uma mão carbonizada e um dedo humanao.




Por estas e por outras, o sonho de seguir medicina, foi por água abaixo, tanto me impressinaram estas coisas.




Bom ,mas então o meu interlocotor, um dos pilotos sobreviventes (4) desta esquadrilha, contou-me tudo ...




Adorei ouvir e perceber, situações que os leigos nunca podemos imaginar.




Ainda antes deste relato, esta semana, sem saber como, recordava o acidente e me lembrava que o filho do general Craveiro Lopes também aí tinha perdido a vida.




Coincidências? Nao sei explicar.




Acontece-me muitas vezes, vir-me insistentemente à mente, pessoas que não vejo há muito. Mas é tão insistente que me pergunto as razões e...oro por essa pessoa.




Bom este senhor de idade respeitável, muito viajado e sábio, tinha participado na construção da barragem de Caborabaça, e muitas outras obras de releveo, assim como o seu pai de quem me mostrou fotos e de sua mãe.




Mas com que carinho falava dos seus...




Depois avô, acabou também por dizer como a víbora Mocamba pendurada nas árvores, picava sorrateiramente o pessoal dos cafezais e como lhes dava morte horrorosa.




Enfim muitos dos mistérios de África de que me falou com paixão e entusiasmo e que eu segui com todo o interesse...




E lá me despedi de um avô encantado e preocupado com a sorte e o futuro dos seus netos, o que aliás acontece a quase todos nós.




Mas os meus encontros não ficaram por aqui.




Antes , tinha-me cruzado com uma enfermeira, que eu recebera aquando da sua primeira inscrição no seu curso, na Escola Ângelo da Fonseca .




Já não nos víamos há mais de 30 anos! Foi giro. Claro que conversámos bastante. Fizemos o balanço das nossas vidas.




As as coisas melhoraram, quando ela soube que tinha trabalhado com um familiar meu , médico e de quem tinha a melhor recordação e por isso muito estimava.




Mas viagem prosseguia, entrando uns e saindo outros.




Até houve um homenm de meia idade, que entrara num apeadeiro, sem bilhete e que não sabia para onde queria ir...




O revisor esforçava-se para lhe dar sugestões ,mas ele não sabia.




Por fim , reparei que ao sair, até deixou uma peça de roupa , por sinal bastante boa.




Bem já a meio da tarde, depois de ter perdido o combóio, etc., etc..lá cheguei ao meu destino.




No regresso, o combóio foi mais rápido.




Entretanto, no Porto e depois em Aveiro, sentaram-se ao meu lado duas criaturas bem diferentes.




Uma ligada de profissão a animais , trazia carinhosamente , numa transportadora, uma gatinha de uma cliente, que esta recolhera no caixote do lixo.




O bichinho dormia em paninhos macios com a barriguinha consolada com leite apropriado para gatos, portanto protegida da morte se lhe dessem leite de vaca.




E lá fiquei felicissima por sentir que alguém se interessava por proteger um triste animal abandonado.




Também já recebi emails , mostrando a cena de bébés na China, que são abandonados no caixote do lixo...outras conversas...




Finalmente, sentou-se ao pé de mim, uma senhora de meia idade, com uma Bíblia - A Bíblia para as Mulheres...




Tive curiosidade e perguntei que Bíblia era aquela.




Muito solícita , mostrou-ma . Tirei todas as referências, mas foi-me dizendo que era tudo igual , embora tivesse em rodapé, explicações que ajudavam a Mulher a ser mais feliz e a perceber melhor a Palavra de Deus.




Entretanto, disse-me que ia para Lisboa para uma jornada de oração.




Ficariam toda a noite de vigília, orando a Deus em louvor e perdão! Maravilhoso.




Enfim conversámos mesmo. Não aquela conversa que fala do tempo e de banalidades ,mas em que não se diz nada.




Gostei de todos os meus encontros e na verdade, acho que viajar é sempre um mistério muito belo e enriquecedor.

domingo, 16 de maio de 2010

Quando falta o ar...







Às vezes, parece que nos sentimos asfixiados.



Ontem tive um encontro que mt me desgastou.



De noite, por ter sido fiel à minha essência, o meu subconsciente lá descansou um pouco, embora tenha recriado uma situação semelhante, que me constrangeu e incomodou.



Bom,mas ouvi atentamente e Missa dominical, como faço todos os domingos . Depois fui cantar para Deus na Missa, ao vivo.



Foi um momento belo e reconfortante de libertação e alegria!



Era a profissão de fé das crianças. Havia mt gente ( pena que não seja assim com os familiares, nos outros domingos...)



Reparei que havia casais que acompanhavam o seu menino/a,e havia mães sózinhas, a acompanhar as crianças...



Havia mt gente ,mas apenas comuniquei com duas: a senhora q dirige o Coral e uma coralista que tinha uma situaçao de saúde e q eu lembrara várias vezes durante a semana, embora só hoje soubesse o seu nome e ela o meu...



Bem lá decorreu tudo com normalidade.



Em casa, só, com os meus animais, q fazer?



Sentei -me um pouco junto deles, numa varanda ensolarada. Acariciei-os e agora de vez em quando, apetece-me e até falo alto...



Convidei algumas pessoas para sair, mas estava tudo ocupado.



Depois apressava-me para sair . O telefone não parava de tocar,,Lá escutei o q me diziam.



Depois pensei:



vou apanhar ar e sol.



Vou até ao Parque verde da cidade, onde tenho uma sensação de liberdade e de descarga emocional ,vendo a água correndo docemente.



E lá fui ...
Claro que não deixei de apreciar o mundo que me rodeava.



Alguns avós , de bengala, sentados, sonhando talvez com o passado e um mundo distante, observavam os netos saltanto e pulando nos baloiços e no escorrega.



Ao meu lado, chegou uma rapariga brasileira que puxou pela bandeira do seu País e sem cerimónia se sentou nela , como esteira.



Depois tirou o computador e durante muito tempo, foi falando para a máquina , filmando tudo ali à volta.Completamente alheia a todo o mundocircundante.



Falava alto e longe de tudo que a rodeava...



Entretanto , tb ali mesmo ao meu lado, começaram a chegar africanos, indianas e muitas , muitas crianças, pequenas , grandes , maiores... Estavam todos muito animados e tiravam fotos aos filhos.



Apareceu uma cobra de água no estrado e foi a festa!



Duas pequenitas,mas mt pequenitas , dengosas e com ares de meninas crescidas, espertalhonas e mt conversadoras, faziam perguntas à brasileira e iam contando as suas vidas...e de suas famílias...Ela desejosa quem elas a deixassem em paz.
Todas as pessoas falavam a lingua portuguesa, embora por vezes , até com alguma superioridade, falassem as suas linguas...



Havia crianças que davam comida aos patos que muito à vontade, até subiram para a relva, para aproveitar todas as migalhinhas..



Entretanto como fundo, na ponte pedonal, as pessoas passeavam sem descanso.Para lá e para cá.



No rio, o barco basófias passava para cima e para baixo, quase vazio...



O sol ia descendo lentamente...



Eu lera um pouquito...Apreciava a água que corria ... O grupo afro-indiano com um jovem branco de brinquinho, pelo meio , abraçando um jovem de cor, ia frazendo fotos abraçadinhos . Ela falava muito alto...



Enfim... a tarde morria lentamente . Uma brisa fresca subia do rio,o sol escondia-se devagarinho...



Eu bebera a minha água e comera a minha banana.



Pensei que ao domingo à tarde, o canal Mezzo apresenta um programa de bailado.



"Let's go!"-



E... lá estou eu agora a comunicar convosco, no meu blog...uma outra janela para o mundo!



E fica ainda como eco e como fundo, a mensagem para mim e para vós:



"Eu ficarei convosco por toda a eternidade"!



"Vou partir, mas voltarei..."......Esta a mensagem espiritual de Jesus Cristo, neste domingo de Ascenção...

sábado, 15 de maio de 2010

Unidade


Para que todos sejam um!!!!!!!!!!!!!
Ainda está no meu coração este perfume da Unidade que anda no ar, graças ao poder agregador do sucessor de Sao Pedro, pla sua humildade, serenidade e perocupação de unir todos à roda da mesa do mesmo Pai e Senhor , Nosso Deus!
Isto é a tal Terra Prometida onde corre leite emel. Diferentes, mas convivendo em amor e com respeito.
Reforçam as minhas palavras , um email que acabo de receber que transcreve uma carta dirigida a Dom Manuel Clemente, bispo do Porto, felicitando-o pela visita do Papa e pedindo que apresente a Sua Santidade as saudações da Comunidade Islâmica ...

Que belo e consolador para os nosso corações. Graças a Deus por este gesto.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

A grande síntese




Quando o meu Filho me falou da ida a Fátima, para ver o Papa, disse-lhe:


- Deus está no meu coração. Não preciso sair para falar com Ele.


Talvez ele até tenha ficado triste, no seu grande amor por Deus e pelo seu representante na Terra.


Bom , depois estava eu em casa , ia vendo a chegada do Papa, a sua entrada no Terreiro do Paço, o regresso ao Episcopado, a chegada ao Porto, a Missa no Porto, a sua partida e...mais não vi só porque não pude.


Parecia um íman que me atraía para ouvir tudo e não perder mesmo nada.
Comovida e transportada para um mundo de amor, de serenidade e de partilha e encontro com o divino , tudo foi mudando no meu coração.


Também já tinha estado no Vaticano em Roma, mas a emoção não fora nada de especial.


Hoje no meu País, ao ver a Fé dos meus irmãos , ao ver e sentir a humildade, obdiência e timidez do Papa , tudo isso mudou o meu coração.Tocou me vivamnete.


Acho-o interiorizado,mas atento e sensível.


Também penso que a espontaneidade e carinho que Portugal lhe dedicou , o há de ter feito estremecer por dentro.


O Senhor Presidente da República e os governantes em geral, as forças de segurança, os jornalistas não podiam ser mais atentos e simpáticos.


De modo que estamos todos de parabéns e com o coração cheio de alegria. Confortados, digamos...


A alma sentiu que o Papa foi ponte. Fonte. Farol.


Recordámos coisas antigas: que temos q ser santos, Todos!


Que todos somos chamados a viver na Família , no trabalho , onde quer que estejamos , as verdades em que acreditamos , de modo que o mundo mude. Quem tem mais, dando a quem tem menos , sem humilhar, pode acalmar mt crime, não é mesmo?


A vida está difícil? Sem dúvida, mas há quem esteja bem pior do que nós em Portugal.... Então todos unidos e transformados , toquemos o coração de Deus que é Pai e mt pode ser resolvido e mudado.


Deus Pai na sua infindável ternura e amor por nós , tudo pode e o mundo será mudado com certeza.
"Não ofendam mais Nosso Senhor que já está tão ofendido..." -Muita atenção às palavras da Mãe do Céu, em Fátima.


Tudo está dependente da nossa vontade-


Da nossa mudança de atitude,acreditem.


Deus fez nos livres para podermos amar !


Isso é o que enche as nossas vidas Amor gera amor.


...............................................................................................................


Santo Padre muito obrigada por ter vindo. Por ter despelotado o amor entre nós. Por ter tocado tanto coração bom,mas adormecido.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

QUEM É ELE?


Pedro foi o primeiro Papa.


"Tu és Pedro e sobre esta pedra , edificarei a minha Igreja!" - Jesus Cristo


Mas...depois tive uma CADEIRA na Faculdade de Letras q estudava a vida dos Papas e foi terrivel.


Eram comportamentos de um grande desregramento, de pecado e desaforo...


Mas mesmo assim a Igreja resistiu e continuou.


Sim. O próprio Pedro negou o seu Mestre 3 vezes...então Jesus sabia que a fraqueza humana não abala o que é transcendente...mas se puder ser perfeito e mais próximo da Verdade e da Vida, é bem melhor.


Ora entao, o Papa é o representante de Cristo na Terra!


E com esta consciência da sua parte e de quem o escuta, ele será sempre uma figura agregadora e apontando o Caminho.


No caso do Papa Bento XVI, ele continua a missão anunciando a Boa Nova.


Tentei perceber quem era esta pessoa, além do cargo e da função que a vida lhe trouxe m nesta passagenm pela Terra, ja que nada acontece por acaso.


Pois então, percebi quye le era 1 dos 2 filhos de um casal alemão , nascendo num tempo de guerra.


O pai pertencia ao corpo de polícia e a mãe era cozinheira.Portanto uma família de fracos recursos ,mas crentes e praticantes.


O rapaz teve que servir no exército, na guerra e foi ferido em combate.


Depois conseguiu continuar a sua vida de fé no seminário e prosseguiu a sua carreira de sacerdote.


Trabalhando incansável na sua descoberta intelectual e sensível, na busca do Conhecimento e na Música.


Conselheiro do saudoso Papa João Paulo II, acabou por recair nele a escolha do sucessor.

Então acredito que ele se esforça para ser coerente com os seus princípios e conciliar-se com o mundo moderno.

Nem sempre será fácil ,pq a Verdade não muda.

A mim, o que me tocou foi observar a sua humildade e a sua timidez.

Achei mesmo que ele era uma ponte, um elemento agregagador e que se abria um mundo de esperança à sua passagem!

Cabe a cada um de nós , melhorar a nossa interioridade com reflexos na sua participaçao real na família, no trabalho , e na sociedade... onde quer que estejamos.

Que ele seja farol e irmão, é o que se espera .

Orei por ele ,quando assitia na Tv.

Que Deus o assista e o cubra de Luz e de Lucidez para que saiba ser o que tem que ser , na sua missão.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Aqui estão elas...






















Agora vou vos fazer uma grande surpresa:












ESTA ERA A JOVEM PROFESSORA DE FILOSOFIA QD TÍNHAMOS 15 ANOS...












ELA CONTINUA DOCE, PROFUNDA E SP MT QUERIDA,MAS ...NÃO VÊ NADA . NEM NINGUÉM!












ESTÁ ESPLENDEROSA A IRMA MARIA JOSÉ MEDEIROS ...

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Allo..allo gente linda!






















































Estou maravilhada pela beleza e energia das minhas queridas amigas e para verem como elas são lindas, aqui vão mais algumas fotos.
Foi um dia maravilhoso, q agradeço a todos vós que encheram os meu coração de alegria.
Todo o trabalho que tive , ficou pago pela alegria q adivinhei e vi nos vossos rostos !...
Sois gente muito , muito linda!
Muito obrigada pela vossa presença
Para o ano ainda vai ser melhor.
E agradecendo a Deus sempre mais um anito, vamos vivendo este milagre da existência.
Algumas de nós vão partindo, mas ficam vivas em nossos seres, enquanto existirmos.
Serão sempre recordadas com saudade e um carinho imenso.
Ninguém sem cruza por acaso e este nosso encontro de meninas e agora mais tarde, também é para agradecer.

domingo, 9 de maio de 2010

Encontro das colegas do Colegio Rainha Santa Isabel


Ora vejam la se conhecem?

Nova Humanitas


Antes de tudo quero agradecer a todos ,mas aos últimos amigos- Milai , Carlos Vieira e Manuela Ribeiro que subscreveram o meu blog.

Quero mt entrar em contacto convosco e nunca consigo.

Pf mandem me 1 msg para eu poder responder e conversar convosco.

Meu endereço
linmare@edicomail.net

Mt obrigada por me responderem a este meu pedido.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Já há tempos que tinha prometido, dar o meu testemunho sobre Nova Humanitas.

O tempo passa a correr , mas cá estou hoje.

Nova Humanitas é uma Associação que promove formação e oportunidade de auto conhecimento .

Se é verdade que toda a gente tenta abrir um espaço para ganhar dinheiro com novidades (...) e levam mt dinheiro, neste caso é bem diferente.

Não é o lucro do formador que está em causa, mas promover o crescimento de quem participa.

Vou tentar digitalizar e anexar aqui a explicaçao mais exacta de quem é Nova Humanitas.

Se precisarem algum esclarecimento que eu saiba, disponham.

Vale a pena . Vou continuar nestes encontros , pq eles nos ajudam bastante na estrada da autodescoberta.

Somos como um iceberg . Temos sp mais alguma coisa para aceder , em nós próprios.
E como a resposta a tudo o que se prende com o nosso progresso e felicidade , náo está fora , mas dentro de nós, às vezes um guia dá mt jeito para não nos perdermos na caminhada.


Novahumanitas Actividades Metodologia

Novahumanitas é:
> Uma associação sem fins lucrativos.
>• Encontra-se situada no campo das ciências humanas como:
• uma escola de psicologia aplicada
• uma psicopedagogia do crescimento da "pessoa"
Novahumanitas oferece:
> Um método simples e eficaz
• para autodescobrir-se e compreender-se
• para desenvolver os dinamismos de vida mais
profundos do ser humano
• para relacionar-se melhor com os outros
• para caminhar, assim, rumo a maior felicidade
e plenitude interior
Novahumanitas oferece:
> Acções de formação ("sessões")
> Acompanhamento individual
> Acompanhamento em grupo
As "Sessões" constituem a parte fundamental da formação. Têm
uma duração de dois ou de quatro dias. Podem ser realizadas
em continuidade ou distribuídas em fins-de-semana ou em dias
separados.
É necessário iniciar a formação Novahumanitas pela sessão
"Descobrir a pessoa: autodescobrir-se". Em determinados
casos, poderia iniciar-se também pelas sessões "Educar: a arte
de ajudar a crescer" ou por "Viver e agir em grupo".
Os temas das sessões agrupam-se em várias áreas:
• a pessoa: constituição e funcionamento
(auto-conhecimento, auto-estima, dimensão afectiva,
relação com o corpo, integração do passado)
• a pessoa em relação (relações interpessoais, vida
em grupo, gestão humana na empresa, a relação
de ajuda)
• a educação (a arte de ajudar a crescer)
• técnicas de desenvolvimento pessoal
(auto-analise, tomada de decisões)
• abertura à Transcendência
A metodologia de Novahumanitas é:
»• simples, activa e indutiva
> parte da vida e conduz à vida
A pessoa é ajudada:
• a tomar consciência do que já vive de modo
construtivo para o desenvolver.
• a descobrir o que deve melhorar e o modo de o fazer.
Para o conseguir:
• São-lhe propostos pontos de auto-analise da sua vivência
interior.
• É convidada a partilhar, com liberdade, o que achar
conveniente.
• Partindo destas vivências pessoais e apoiando-se nas
investigações da psicologia e de outras ciências humanas,
o formador ajuda a clarificar, ampliar e aprofundar
o conteúdo das mesmas.
• São proporcionados tempos livres para integrar e continuar
a sós o trabalho realizado.
• É-lhe oferecida a possibilidade de se encontrar pessoalmente
com o formador.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Encontro de antigas alunas do Colégio Rainha Santa Isabel


Conforme vem sendo minha preocupação, cá estou este ano de novo, para reunir o maior número de antigas alunas do Colégio onde estudei durante 8 anos.

Consegui reunir apenas uma meia centena de colegas, apesar de ter feito mais de 200 telefonemas.

Sábado, pelo meio dia , nos reuniremos para assistir ao nosso programa social e tomarmos uma refeiçaão em conjunto , a suprema comunhão entre as pessoas!



A vida não pára e as pessoas estão doentes, cansadas e cheias de marcas da vida difícil de viver.


Poema para as minhas amigas, colegas do Colégio Rainha Santa Isabel, em Coimbra ( Encontro, 8 de Maio 2010)

Abraços
Laços
Unem
Atam
Soldam
Ligam pedaços soltos
Envoltos
Na vida que passa
Despedaça
Grassa
A CRESCER
MORRER
CADA MOMENTO…
Sentimento dor alegria.
Em cada dia
Partilhar
Dizer
O que vai no peito
Amor perfeito ?
Solidão?
A quem dar a mão?
Abraçar?
Desabafar?
ESCUTAR?
Não sei onde moras…
Já nem sei quem és …
Urgente
Abraços
Laços
Pontes
Fontes
Sorrisos
Permuta
Escuta.
Encontros?
– Muitos!
“Amizade, procura-se!”
Abraços
laços
Pontes
Fontes
Nascentes de água viva
Coração cheio
Encantado
Fortalecido
Unido!
8 maio 2010
Nova era
Primavera
Jardim
Dentro de ti
Em mim
Florescente canteiro
Viveiro
Renascido
Renovado
Filhos netos
Abrindo caminhos
Jamais andados
Abraços
Laços
Dentro de ti
Em mim…

,,,Assim…
Um xi coração da Lucinda Ferreira
linmare@edicomail.net
http://lucinda-umaponteparaoinfinito.blogspot.com
Telemóvel: 96 77 52 702



Ao fazere os telefonemas, bem escutei dificuldades, mágoas e dores várias.


Deu me a ideia que ainda nen todas nós aprendemos o segredo: a vida é um privilégio maravilhoso.

Tudo é para agradecer .

O que é bom, é mesmo bom.

O que parece menos bom, é ainda melhor , porque é oportunidade para crescer a aprender as lições que nos fazem mudar .

Depois ver o sol todos os dias, ter nascido na Europa, num tempo de tanta violência e encrencas por esse mundo fora, é ainda motivo para agradecer.

Eu, cada vez que viajava para outros continentes: África, Ásia ou mesmo Américas, estava sempre desejosa de chegar à Europa e a Portugal .

É verdade que as coisas estão a mudar neste canto, mas talvez se cada um de nós der o seu melhor, será como a pedrinha no lago que fará ondulação até ao infinito.

Colher uma flor neste canto do mundo, faz estremecer uma estrela no Japão , do outro lado do mundo , porque todos estamos irremediavelmente unidos.

Por isso quando alguém sofre ou tem alegria , todos estremecemos mesmo inconscientemente.

Ainda mais : fazer mal a um animal ou a uma planta, é fazer mal a nós mesmo, porque o Universo são as pessoas , mas também todos os seres vivos e as plantas do nosso Planeta.

Donde a harmonia é conseguida no conjunto de tudo o que somos e nos rodeia.

Voltando ao nosso encontro, deixo-lhes um pequeno poema que dedico às minhas Amigas.

Aqui ficou ele, lá atrás, neste dia de blog. .. ...

quarta-feira, 5 de maio de 2010

O Tempo passa a correr...


Sempre senti que o tempo passa a correr !
Há tanto para amar...para fazer e.. não há tempo para nada.
É bem verdade que muitas vezes, o mais urgente, nem é o mais importante,mas deixamo-nos levar e depois fica uma sensaçao de que ficaram tantas coisas por fazer em cada dia q passa...
Enfim , agora volto ao prometido: as fotos dos amigos do Orfeon de Seia e dos Franceses q nos visitaram no âmbito da Música .
Hoje...é isso
Aquele abraço blogueiro
Lindamar