sexta-feira, 11 de setembro de 2009

É bom ter uma paixão...ou mais do que uma será melhor ainda!







A vida vivivida sem paixão é insipida e sem interesse.



Temos que ter uma paixão!



Melhor , algumas paixões para não se ser obsecado.






Eu tenho várias, felizmente . O tempo voa. E nunca estou sem nada para fazer...ao contrário.



Mas desta vez , queria falar da paixão da leitura.



É uma coisa que nos transporta para lá da realidade ou nos faz penetrar no coraçao da realidade mais intensamente.



Aliás o Padre Antonio Vieira bem dizia: os livros são como o convívio com as pessoas. Á força de lidarmos com elas , eles, vamo-nos parecendo .



Ora a leitura é inesgotável. Depois , temos que saber que um livro é sempre o fruto do melhor, que alguém pode oferecer-nos.



Nele o autor se aprimora para dar o seu melhor e expressa directa ou inderatamente o seu sentir...o seu pensar ... a sua experiência.






Por isso o hábito da leitura começa muito cedo. Meus filhos liam os livros da formiguinha... e também aqueles livrinhos de pano para os mais pequeninos. tudo isso vai criando o amor pelos loivros.



Depois os filhos que vêem os pais ler por sistema, é certo que vão ser leitores interessados também.



Então nesta minha paixão , quero aconselhar-lhes um livro de Sandor Marai , AS VELAS ARDEM ATÈ AO FIM ... vão adorar , estou certa. Depois me dirão.