quinta-feira, 12 de maio de 2011

Quem se atravessa no meu caminho?







QUEM SE ATRAVESSA NO MEU CAMINHO?
















Eu não posso mudar a direcção do vento, mas eu posso ajustar as minhas velas para sempre alcançar o meu destino."
( Jimmy Dean )
"Nada pode dar mais poder à sua vida do que concentrar todas as suas energias em um conjunto limitado de metas."
( Nido Qubein )
Não é porque certas coisas são difíceis que nós não ousamos; é justamente porque não ousamos que tais coisas são difíceis."
( Sêneca )
"Nunca um desejo lhe é dado sem que também lhe seja dado o poder de realizá-lo. Entretanto, você pode ter que se esforçar por ele."
( Richard Bach )
O primeiro passo indispensável para conseguir as coisas que você quer da vida é este: decida o que você quer."
( Ben Stein )
"O que você ganha, ao atingir seu objectivo, não é tão importante quanto o que você se torna ao atingir seu objectivo."
( Zig Ziglar )
Para mim, metas são o meu mapa para a vida que eu quero. Elas têm me ajudado a realizar coisas que pensei que eram impossíveis."
( Catherine Pulsifer )
"Para onde você vai é mais importante do que quão rápido você está indo. Ao invés de sempre focar no que é urgente, aprenda a focar no que é realmente importante"
( Autor Desconhecido )
)
"Se você se importa com os seus objectivos, abandone as condições. Vá directamente à sua meta. Seja a sua meta! As condições frequentemente se disfarçam em tragédias para fugir da responsabilidade. Por que não simplesmente assumir e criar a experiência que você está procurando?"
( Eric Allenbaugh )
"Sempre mire no objectivo, e esqueça do sucesso."
( Helen Hayes )
Quando você tem uma meta, o que era um obstáculo passa a ser uma etapa de um dos planos."
( Gerhard Erich Boehme )

Sabes muito bem o que é uma meta.
O atleta já treinou. O atleta vai competir e quer ganhar.
Imagina-te a correr para chegares em primeiro lugar.
Para alcançar os objectivos que traçaste perante ti próprio em primeiro lugar.
Tiveste, antes de tudo, medir forças contigo mesmo/a.
Concluíste que estavas apto/a e que querias mesmo ganhar.
Para isso, pergunto-te:
quando vais a correr , achas que podes dispersar-te seja lá com o que for, ou os teus músculos, o teu coração , todas as células do teu corpo , obedecem e colaboram com o teu projecto?
Sem dúvida que não pode haver distracções, nem opiniões, nada!
Quem se atravessa no teu caminho?
Com que finalidade?
Respeita te quem não entende e se atravessa nas metas que escolheste?
A não ser o que te gritar palavras de encorajamento para chegares mais facilmente ao fim que escolheste. Só a esse podes ouvir, mesmo sem perda de tempo, enquanto avanças para o final.
Mas nunca permitas que te detenham. Perdes tudo. È o vazio. A derrota total. Neste campo, não pode a haver parcerias. Nem colaborações. Aqui elas não têm cabimento.
Pois na vida, seja o que for que decidires que é uma tua meta pessoal, depois de escolhida, já não há nada nem ninguém que te possa deter. Distrair ou prejudicar até chegares ao fim!
Depois vê bem:
é tão pessoal e tão única e irrepetível a jornada , que ninguém a pode viver por TI.
Tu estás implicado com todo o teu ser e só tu respondes pelo teu esforço. O mérito ou derrota são tuas e só tuas! Donde tens de te defender de tudo que te possa impedir de chegar o mais rápido possível.
Portanto assume perante ti próprio, a s tuas decisões.
As tuas escolhas, as tuas metas, como se de um corrida se tratasse.
Uma corrida em que a tua vida está implicada e que tem que te conduzir à vitória. Senão a vida é frustração. Derrota e a responsabilidade é tua e só tua, porque não percebeste que a dispersão do teu objectivo, nunca pode ser algo de positivo para ti, embora possas ser presa de espertezas de lobos com peles de cordeiros, com vista à prossecução dos objectivos deles, mas que não têm nada a ver contigo.
É necessária muita atenção. Concentração. Segurança.
“Simples como as pombas, mas prudente como as serpentes”é uma das normas de sucesso na prossecução das metas escolhidas. Fundamentais na vida de cada um.
O sucesso para alcançar a meta tem um rosto solitário, por vezes!
Imagina-te a correr num estádio e compreenderás o que queres da vida e o que isso implica.
Quem não sabe para onde vai, nunca chega a lugar algum.