terça-feira, 24 de novembro de 2009

Mais um gesto simples


Hoje ao gravar o meu programa, no Rádio Clube Português, em 98, 4, às 3f, entre as 13h e as 15h, dei uma pequena sugestão para quem quiser fazer algo muito simples ,mas que pode tornar alguém feliz, começando por quem pratica esse gesto...

A coisa é simples: escrever uma carta a um prisioneiro.

Quem sabe isso pode tocar a pessoa e...fazê-la pensar e até mudar?


A Cruz Vermelha desde 2002 , que apoia os prisioneiros de Guantámano!

Quem quiser , pode dirigir-se à Cruz Vermelha e pedir informações para prosseguir nesta acção.

E agora que começa a pairar no ar a magia de Natal , também se pode escrever um carta para alguém de uma prisão do nosso País.

O Natal pode ser todos os dias da nossa vida!


Conheço situações de agentes que cumprem o dever de apanhar malfeitores,mas que os tratam com respeito e até algum carinho.

A sua missão foi cumprida, mas eles não esqueceram que apesar de tudo, por mais que nos custe, todos somos irmãos.

Difícil?

Mas vale a pena ...tentar. Eu vou escrever.