segunda-feira, 7 de julho de 2014

Aquele pássaro de fogo fugiu.me do peito!


 VIAGEM 
imgs net 


Aquele pássaro de fogo fugiu-me do peito

Voou até às sinapses NEURONAIS

Sintonia da alma

Bondinho do Pão de Açúcar

Sobrevoando Hong Kong

Park em Nova Iorque

Interior da Amazónia húmida

Verde. Escura. Labiríntica.

Fundo do mar em Barbados

Jardim. Cabelos despenteados de algas

Àrvores e montes…

Penumbra.Mundos submersos

Lentamente furando

Cardumes de mil cores.Formas.

Organização perfeita.Gratidão e espanto.

Aqui, a dança da baleia.Repucho azul.

Ali, o Golfinho assobia e clica.Segue-nos…

Na arca sagrada do andado. Sentido

Quantas lembranças restam…

Na manhã que morria, enquanto varria

Paganini tocou na corda sem nome

Que dói de prazer.

Etérea. Eterna. Fluida. Orgasmo. Fantasia.

Ser tudo e nada.

Alquimia sacra.Mistério.


Sangue corre em minhas veias

Coração bate

 Acordo!

Viagens. Outros espaços. Ideias.

Carnaval em Trinitá

Disfarces vários. Exotismo.

Cavalaria policial.

Negros nus enlameados.

Antigos escravos.

Alcool. Barulho infernal

Europeus embriagados.

Garrafas partidas.Confusão.

Miséria.

E… muitas coisas feias…

Feitas lixo espalhadas pelo chão.
7.7.14
Lucinda Ferreira


 


4 comentários:

  1. candida.fidalgo@sapo.pt ( LICENCIADA EM lINGUAS E lITERATURAS - ESTUDOS POERTUGUESES- PROFESSORA)
    15:58 (há 5 horas)

    para mim




    Gosto sempre muito das suas poesias e dos seus pensamentos líricos. Fazem-,me viajar dentro e fora da alma. Continue sempre assim a dissertar sobre as coisas mais simples da vida que são sempre as mais lindas e preciosas. Bem haja por partilhar comigo. Beijo.

    ResponderEliminar
  2. Marisa Shinkawa, Maria Glória Ximenes e Margarida A Tavares gostam disto.

    ResponderEliminar
  3. Marai Correia (licenciada em Filogia Germanica -ProfessorA)
    Maria Correia DISSE:
    ... ès uma grande poetisa .Gostei
    há 7 horas · Gosto

    ResponderEliminar
  4. Olá Prof Lucinda, como está?

    O meu espírito científico não me faz grande conhecedora nem crítica de poesia, contudo gosto de ler os seus poemas. confesso que não leio todos, mas permitem por vezes viajar entre um e outro email que tenha de ler obrigatoriamente. Não fique triste por as pessoas não comentarem! A poesia é lida, é incorporada no espírito e o comentário é feito telepaticamente... chega a si através da inspiração para escrever novos poemas!! bjnho. espero que o netinho esteja melhor

    ResponderEliminar