sábado, 10 de novembro de 2012


 
 
 
 
LOUCO AMOR

 

Nascem flores nos teus olhos

Que ninguém vê

Creio no teu olhar

No teu amor

Em que ninguém mais crê

Sei no fundo de mim mesma

De um saber profundo

Que amas sem porquê

Não só a mim

Mas a todo o mundo!

Vejo-te nos campos verdejantes

Extensos. Distantes

Entre pedras e areia

Tua beleza enche o meu coração.

Antes , vida triste. Feia.

Estendes me a mão macia

Segurança. Doce aliança

Na noite Vazia

Solidão.

Vejo flores os teus olhos

Que mais ninguém vê

Acredito no teu olhar

Transformador

No teu amor

Sem condição. Sem porquê…

                                                                  Coimbra 10.11.12

 

 

 

 

Sem comentários:

Enviar um comentário