domingo, 14 de junho de 2015

DIDINHO é meu PROFESSOR!


 DIDINHO  é  meu PROFESSOR!


imgs net
Uma das características do génio é a intuição: ver sem esforço o que os outros somente descobririam com grande trabalho.Jaime Balmes



Gosta mais de mim do que dele próprio.Quando me vê pegar na carteira e nas chaves, fica tão tristinho que me faz pena.

 Antes não sabia e explicava-lhe tudo. Agora saio o mais depressa possível com naturalidade. Cada despedida para ele é dolorosa. Pensa sempre que nunca mais volto. Chora…

Percebi e dou-lhe uma peça de roupa com o meu cheiro para o acalmar.Enrosca-se nela. E olha-me com carinho.

Ao observá-lo melhor, compreendi que havia nas suas atitudes lições de um  Professor evoluído!

·         Quando se porta menos bem, zango-me um bocadinho. Ralho com ele. Compreende que não fez bem, mas passado pouco tempo vem ter comigo feliz , como se nada tivesse acontecido. Reparo então que não fica ressentido.
·         Rancor algum o condiciona na nossa relação.Esquece de imediato a minha reacção contra ele, no episódio desagradável que nos opôs.
·         Não se sente rejeitado mesmo quando não tenho tempo para ele e não lhe dou atenção.
·         Quando gostaria que lhe atirasses a bola e isso não acontece, não julga que sou má .
·         Que sou a única pessoa que posso brincar com ele.
·         Não se sente oprimido por ter sido ignorado. Apenas espera que aconteça uma nova oportunidade.Nunca desiste. Nem se zanga.
·         Não julga mal do outro nunca.
·         Como não tem medo de se expor, insiste numa outra ocasião, como se fosse a primeira vez.Não receia outra derrota.
·         Arrisca sempre. Quem sabe, desta vez vai conseguir?E volta a tentar com ar pacífico. Amistoso.Simpático.

Depois de aprender tanto com Didinho, páro. Penso nas minhas reacções. Nas dos meus irmãos, os humanos.

Constato que há  diferenças .Certamente o leitor também já se apercebeu.. .Ora veja comigo.

·         Quantas ocasiões, se parte para algo desconhecido, já com medo da derrota?
·         Será que vou mesmo conseguir?
·         Expor-me assim…Será que vale mesmo a pena?
·         Arriscar e perder…Será que tenho coragem. Vontade de tornar a tentar?

·         Controlo em excesso. Coração fechado.Pessimismo. Receio da perda.Perder tempo para quê?
·         Tal pessoas fez-me  isto ou aquilo (…)” Nunca mais lhe olho para a cara”. Já desconfiava que era uma idiota antipática.Não merece a minha confiança.

Raiva.Preconceito.Julgamento.Insegurança.Negatividade.Orgulho.Medo.Vaidade. Ressentimento. Controle…E o resto, todos sabemos como é.

 Não se anda para a frente.”Não se passa da cepa torta”.Não se evolui a nível humano.Nem profissional Nem social.Nada…

Então como avançar e sair deste impasse?

Agora aqui o meu Yorkshire já não pode ajudar. Ele só me deu as 

pistas e foi muito bom. 

Vamos a isto para me distinguir do meu cão .Não ser inferior a ele

com comportamentos que envergonham.

1.      Os animais estão correctos quando tentam novamente sem medo. 
Não têm preconceitos.
 Não julgam mal.
Lutam pelo que lhes dá alegria.
 Pelo que gostam.Nunca desistem. 
Não pensam que as pessoas são más. Mal intencionadas.
 Não cortam relações com ninguém só porque os seus objectivos não foram satisfeitos logo à primeira.

Talvez contudo devessem abrandar o entusiasmo excessivo, se na realidade nunca conseguem quem se lhes dê atenção. 

Se as pessoas por sistema não lhes correspondem, ou por falta de tempo ou não estão para isso, aí seria melhor desistir dessa brincadeira.

2.      Os homens estão correctos quando aproveitam a experiência da derrota para orientar o futuro com novas estratégias, sem nunca desistirem.”Água mole em pedra dura tanto dá até que fura.”

No fundo tudo o que acontece  é útil .Sucedeu por alguma razão importante que nem sempre descobrimos  no início.Tudo está certo.Se não deu à primeira .Nem à segunda.Nem à terceira, nem por isso se bloqueia.

3.      Depois como ser superior ( se é que honra as suas  capacidades como humano),tem que perceber quando é para ARRISCAR ou pra PREVENIR…

4.       E como chegar a esta conclusão? 

Já ouviu dizer certamente que o “coração tem razões que  razão desconhece”. 
Pois é. A INTUIÇÂO é a chave !!! 

Só é preciso silêncio e escuta interior.

O homem possui tudo o que precisa para resolver as mínimas dificuldades.

Tem contudo que reflectir.

CONHECER-SE.

 Saber que o seu Eu Superior o liga ao Universo infinitamente 
disponível.Inteligente. Amoroso. 
E que só dentro de si mesmo se encontram todas as soluções… 
De que é que está à espera?...

 A vida é como a música. Deve ser composta de ouvido, com sensibilidade e intuição, nunca por normas rígidas.Samuel Butler

Didinho é meu professor . As coisas que eu aprendo com ele.Obrigada, Didinho!



1 comentário:


  1. fernanda.g.sousa@sapo.pt
    Anexos13:59 (Há 9 minutos)

    para mim
    OlÁ Lucinda

    Parabéns pelo teu Didinho! Mas tu não eras uma "mãe" de gatos ? Eu estava convencida disso... Fico contente por ver-te entrar ?! no clube dos ÃO-ÃO-ÃO

    Muitas felicidades para essa "parceria"

    Com saudável "inveja"
    despede-se de ti e do Didinho

    esta Maria Fernanda, uma órfã de cães" ...( que ,com muita dor, tiveram de ...seguir viagem...) mas ,cujo convívio prazeroso, sempre vibrante de mil peripécias, recorda , agora, com saudade...

    ResponderEliminar