quinta-feira, 26 de junho de 2014

SAUDADE

SAUDADE
img net - Deusa da Morte...



Partiste!

     Beijo as flores

                                 Rasto do teu sabor                                                             
Sorvo o nectar da beleza

Gota a gota

Furtivo. Gume da vida

Secreta ternura aflora

Em teus lábios de cera desfeitos

Voo de aroma em aroma

Seiva. Sangue.Suor

Espuma diáfana

Folha a folha

Busco o teu rosto

Sombra. Luz e penumbra

Lilás saudade

Feita cinza e luar

Pedaços espalhados

Pelas ruas da cidade

Amada.Percorrida

Sol, jamais podes brilhar!

Lucinda Ferreira
26.6.14
(A Alguém que partiu em 9 Maio 1989)

"Morrer não é acabar, é a suprema manhã."Hugo , Victor

2 comentários:

  1. Marisa Shinkawa, Maria Da Graça Pulquério, Ana Luiza Shinkawa e 2 outras pessoas gostam disto.

    ResponderEliminar
  2. Élia Morais Araújo, Marisa Shinkawa, Maria Da Graça Pulquério e 3 outras pessoas gostam disto.

    Élia Morais Araújo "Morrer não é acabar", só a matéria se desfaz...para sempre!Um bom poema Lucinda Ferreira Ferreira.Beijinho querida.
    28/6 às 16:56 · Editado · Gosto

    ResponderEliminar