sábado, 24 de maio de 2014

POR UM BEIJO TEU

Por um beijo teu, amor

Não sei o que faria

Só tua boca consigo beber

Água que sacia

Minha dor

Ilusão de ter e não ser!

Plenitude que não alcanço

Falsa alegria de viver

Ânsia

Tudo e nada

Onde te escondes?

Quem és tu afinal?

Ambição

Castigo supremo

Ilusão

Espinho agudo cravado na carne 


Contradição até morrer

Desencontro. Estigma cruel.

Estertor fatal.
S Pedro, 18.5.14
Lucinda ferreira


1 comentário:


  1. Adriana Teixeira
    18:46 (há 16 horas)

    para mim
    Lindo.

    Enviado do meu iPad

    No dia 24/05/2014, às 23:02,

    ResponderEliminar