quinta-feira, 29 de maio de 2014

Orvalho


       ORVALHO  
imagem net
                                 

Lágrimas em meu coração

Orvalho de amor e desilusão

Rosas amarelas

Pó de estrelas

Sois de outros planetas

Mãos delicadas do tempo

Água da minha fonte

Música das esferas

Cor de auroras por nascer

Dentro de mim a despontar

Sonhos. Mundos acenam ao longe

Brotam malmequeres

Da boca da vida

Silêncio amado

 Só tu dormes comigo

De tanto amor

Nasce um cravo no peito

E quando acordo, meu colo

Acolhe de meus olhos

Pérolas singelas

Em forma de amor- perfeito.
C.ª 29.5.14

Lucinda Ferreira

Sem comentários:

Enviar um comentário