sábado, 22 de março de 2014

VIDAS - CRISÁLIDA

foto net
VIDAS ( CRISÁLIDA)


Sonhei demais

Distraída

Perdi tempo precioso

Vida

 Agora em revisão.

Quem sou eu?

Verdade ou ilusão?

Sentada à beira da vida

Insatisfeita

Ao vê-la passar nua. Descalça

Confusa. Triste. Perdida

Acordei!

Não mais fantasia

Abuso dos outros por minha fraqueza

Quero verdade em meus dias

Paz. Harmonia.

Infinita beleza

Quem assim não sente, pode partir

Quem fica

Ressuscita comigo sem nada fingir

Sentir. Sentir. Sentir.

Em plenitude

Pureza da juventude

Honras. Poder. Vaidade

Já nada me diz

Veredas do meu interior...

Jamais descoberto.

Vem ao meu encontro renovado

Criatividade. Novos mundos. Amor

Iluminada…

Fazem de mim nova criatura

Gente!

Liberta. Compassiva. Alada

Alegre. Grata. Segura.

Diferente.

Coimbra, 22.3.14

Lucinda ferreira

NOTA:
Este texto vale mais como testemunho-reflexão, do que sob o ponto de vista do género Poesía.
.Tal como a águia que tem que mudar de unhas e de bico,om algum sofrimento, ao fim de 40 anos, para sobreviver  ou ainda como a crisálida que se transforma numa linda borboleta, assim os humanos ttêm que em certo momentos das suas vidas, repensar todo o percurso e fazer as mudanças necesarias para abertura das suas consciências., no caminho de transformaçao interior.

foto net

8 comentários:

  1. Maria Teresa Pimenta, Maria Manuela Clérigo e 2 outras pessoas gostam disto.

    ResponderEliminar
  2. ou sempre sincera!

    Gostei muito! da mensagem, das palavras da sua sonoridade e leveza, das as rimas nada forçadas... Um poema que transmite uma vontade de começar de novo, sem recriminações ou angustias sobre o passado. Apenas a vontade de viver a vida na sua plenitude e verdade! Acho que de todos os teus poemas, este é aquele onde a mensagem passa de forma mais clara e que nos toca mais.

    Refiro-me ao poema VIDAS...Isaura Almeida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Isaura!
      É muito importante para mim, a tua mensagem. Muito obrigada pelo tempo que perdes comigo e pelo teu carinho amigo que muito prezo e que muito aconchega o meu coraçao por vezes um pouquito magoado. Beijo luci

      Eliminar
  3. Marisa Shinkawa lindo Lucinda ...... Parabens
    22 s · Gosto

    ResponderEliminar
  4. Não perco tempo contigo Lucinda! eu simpatizo muito contigo, gosto da tua maneira de ser, gosto do que tu escreves... foi um prazer conhecer-te!

    ResponderEliminar
  5. Quinita Pimentel Grata Amiga querida por tão belo poema. Bjinhos
    4 h · Gosto

    ResponderEliminar
  6. Graça Dimas, Amotinha Motinha e Isa Bernardes gostam disto.

    ResponderEliminar
  7. Graça Dimas e Manuel Dos Santos gostam disto.

    ResponderEliminar