quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Natureza


Natureza



Anda no ar

Um cheiro a eucalipto e rosmaninho

Agitação

Vestido de ramos, o chão desarrumado

No alto, as folhas dançam.

Redopiam em grande velocidade!

Entoam a canção do vento

…Em desalinho …Em forte movimento

Na ramaria, o som do mar

Em tempestade, sempre a rolar.

Serena. Confiante

Subo pelo fio dourado da esperança

Que me prende ao Céu

E deixo me embalar. Balouçar. Levar.

Neste exercício de adoração

Um feixe de luz

Ronda delicadamente todo o meu ser

Beijo de mansinho a Mãe Natureza

Fecho os olhos lentamente

E…acabo por adormecer…
C.ª 8 Janeiro 14
Lucinda Ferreira




Sem comentários:

Enviar um comentário