segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Para além do silêncio...

·       PARA ALÉM DO SILÊNCIO…


·       Ser profundamente amado por alguém nos dá força; 
Amar alguém profundamente nos dá coragem. Lao-Tsé
      

·     Vejo pelo feed-back que a tecnologia me permite, que quase 25.000 amigos/irmãos me visitaram no meu blog. Me leram, o que me enche de alegria!

·     Espalham-se os meus leitores pela Rússia. USA (incluindo o frio Alaska). Brasil. Alemanha. Indonésia. Japão. Cabo Verde. Noruega e Portugal, naturalmente.

·     Penso em todos vós com um infinito respeito. Consideração. Amor!

·     Hoje, para além do silêncio de que sinto necessidade como do ar que respiro, numa data que nos faz interiorizar o sentido da vida, dirijo-me a qualquer parte do mundo onde estais.

Em primeiro lugar:
·     Aos “Sem Abrigo”. Aos famintos. Aos doentes mais desenganados e sofridos. Aos idosos. Aos isolados, quer em prisões reais, quer em prisões construídos pelo próprio ou que alguém lhes criou. Aos mais humilhados e desprezados. Aos/às trabalhadores do sexo. Àqueles de quem ninguém gosta. De quem ninguém se lembra. Aos mais humilhados.Aos desesperançados e até aos que acreditam (...) em Deus... Enfim dirijo-me aos que estão sós. Os que mais sofrem, seja por que razão for!

·     Na realidade, numa só palavra se centra a causa ancestral da origem do sofrimento humano – O AMOR”!

·     Nem a fome. Nem o frio. Nem a solidão. Nem doença. Nem outra razão de dor existiria, se o Amor fosse real. Se este se traduzisse em gestos. Se nascesse no coração humano com uma urgência imparável, como a causa maior da nossa alegria!

·     O Amor muitas vezes não existe em quem está ao nosso lado, mas também não existe em nós próprios para connosco mesmos. Para com os outros. Para com Deus!

·     E continuamos desesperados à espera. De mãos e alma vazias. A olhar para fora sem percebermos, que não podemos mudar os outros, mas podemos mudar-nos a nós!
·     E mais: ”Todo o amor semeado, cedo ou tarde florescerá”(…) (Ás vezes ele volta a nós... )
………………………………………………………………
·     Não há oportunidade. Nem o ego permite que se “perca”tempo na auto-análise da máscara que consciente ou inconsciente usamos.

·      Temos contudo a maior necessidade de visitar esse lugar secreto, no silêncio do âmago do que pensamos. Falamos ou fazemos, sem que alguém se aperceba. (Está-se tão atento a julgar o outro, que não resta tempo para mais nada. Afinal somos responsáveis é por nós mesmos).

·     Quem não tem não pode dar. É uma evidência clara.
Daí que se estando carente, seja por que motivo for, para resolver o problema, enquanto há tempo, há que descobrir a ponta da meada. Ver onde começa a dificuldade. Isso só no silêncio é possível.

·     Se uma porta se fecha e constitui uma grande perda, só nos apercebemos disso, se estamos obstinadamente especados à frente daquela única porta…

·     Se observamos com distanciamento, conhecendo o segredo ,de que tudo o que dói é uma chamada de atenção, exigindo rápida mudança de rumo, então tudo tem sentido.

·     Aí, nem se nota que a porta se fechou. Ou não será a altura da porta se abrir. Ou não será mesmo aquela porta que interessa…
·     Às vezes mesmo ao lado, abre-se um grande portão, mas nem se repara…

·     Ganhar distância, para termos a noção das oportunidades e das impossibilidades, é o mais importante.

·     Lembre-se sempre da chave: O AMOR!
·      Para consigo mesmo, pois ninguém pode amar outrem, sem se amar a si mesmo com respeito. Equilíbrio. Carinho. E se tiver Fé, tudo fica mais facilitado.

…………………………………………………………………
·     Se para si existe Natal, isso se deve à comemoração do nascimento de Jesus!
·     E quem é Jesus?
·     Jesus é o Cristo, isto é, O UNGIDO. O MESSIAS! O DEUS VIVO que se humilhou por AMOR, assumindo a nossa natureza, para dar um sentido à Vida.
·     É de notar que Ele inverteu os valores terráqueos!

·      Disse as verdades mais duras, que o poder não suportou. Valeu-Lhe a morte mais infame, por AMOR!

·     O Papa Francisco, que O segue de perto, é ousado. Põe o dedo nas feridas.
·     Deus continue a iluminá-lo para que o Natal deixe de ser motivo de hipocrisias gritantes. Comezainas. Ostentação…

·      E tenha a marca da humildade. O recolhimento em família, por AMOR!
E a maior gratidão a um DEUS MAIOR que nos ama até à loucura de nascer numa manjedoura e se entregar por AMOR!

Ele foi. É. E será a solução para todos os que sofrem, pelo sentido que deu à dor. Sendo o CAMINHO.A VERDADE e A VIDA, deixou-nos todas as pistas para o tal AMOR!

É por isso que o Natal está para além do silêncio…
........................................................................................................................................................

   Se algum dia se sentir rejeitado, lembre-se que na luta de milhares de espermatozóides, o escolhido foi você. 
Além de que Deus o ama desde toda a eternidade. Ainda não era nascido, já Deus o amava. Conhecia.
       E nunca mais deixará de o amar mesmo que mude de estado, passando pela irmã morte. O espírito não morre!

Alegre-se: DEUS o ama! Não duvide. O Sol o ilumina todos os dias. As flores abrem para o ver feliz e tanta maravilha na sua vida que deve enumerar e agradecer. Verá como tudo vai mudando lentamente. Também eu lhe desejo as maiores alegrias hoje. Sempre!   
E depois tenha sempre presente que Deus o ama...E por que não há-de amá-Lo também?
Afinal...      

Ser profundamente amado por alguém nos dá força; Amar alguém profundamente nos dá coragem. Lao-Tsé

  Lucinda Ferreira 
Coimbra 21.12.15

1 comentário:

  1. Minha querida
    Que saudade! Não podia deixar esse ano terminar sem me dirigir a você.Já tentei por outros meios,enviei mensagens, mas a vida corrida e as dificuldades parecem impedir a comunicação. E o tempo passa muito depressa.Tento agora através de seu blog e aproveitando-me de seu lindo texto e tema -o AMOR, que tanta falta faz no mundo.
    Amiga tão querida,desejo que estejas bem e que as Festas sejam coroadas com as bênçãos de Jesus Cristo e seu infinito amor por todos nós.
    Obrigada por nos presentear sempre com seus lindos textos!
    Muitos beijos



    ResponderEliminar