domingo, 5 de outubro de 2014

Prova real: Pôr-se em questão!


Prova real: Pôr-se em questão!



Onde não há compaixão, os crimes multiplicam-se.(PENSAM3NTO Judaico)
Vêem-se chamas nos olhos dos moços, mas no olho do ancião vê-se a luz. Victor Hugo




È com muita alegria que descubro o lado lindo de tudo o que me rodeia.
Tive um programa de rádio em que só referia as situações interessantes . Positivas . O lado bom mesmo das coisas aparentemente difíceis.

Hoje, é com profunda tristeza que refiro a vilania. A ingratidão. A falta de compaixão. A rudeza.A crueza.O egoismo. Sei lá que mais... Não tenho palavras…

O meu coração chora quando vejo fihas abandonar. Ignorar. Rejeitar.  Violentar. Afastar a mãe e o pai, idosos. Carentes. Doentes, gritando por socorro:
“Não me metam no lar!  Eu não quero ir para um lar. Não apressem a minha morte deste modo. Não me obriguem a ir para o lar”!

Impotentes, aprisionam-nos num local que não conhecem. Onde os cheiros que suportam.   O que vêem.O que ouvem…Tudo é amargamente desconhecido. Tudo sabe a abandono.  A violência interior . A desamor. A estranheza.
Nunca mais são visitados. Ficam para ali no estaleiro da maldição até seu coração cansado. Magoado. Solitário dar o último suspiro.

Alguns  aguentam muito pouco tempo, tal é a dor assassina.

Acredito que no dia de finados, os piedosos. Dedicados  filhos vão colocar flores na campa dos pais. Parece mal não o fazer (...).
.
Sem forças. Sem voz. Sem apelo.Muitas lágrimas chorou naquele vale da morte, o pobre pai e ou a mãe sem ninguém conhecido onde pousar a cabeça no derradeiro momento.
………………………………………………………………………
Quanto sofreu para engravidar. Ter os filhos sem epiduriais, nem ajuda. Criar os filhos. Dar sempre o seu melhor que o coração de mãe nunca é capaz de negar.As noites que passou sem dormir, todas as vezes que a saúde dos filhos carecia da sua presença amorosa.A violência que sofreu para defender as suas crianças em situação de dolorosa carência de amor do marido.Da sociedade .

Hoje, a mãe, essa velha desprezada,  tida como estorvo é desterrada para longe quando mais carecia de carinho.Aconchego.Consolo para todas as suas muitas dores. É enterrada viva . Silenciada.Abandonada a uma solidão dolorosa. Mortal.

Os livros escolares não formam mais seres amorososos? Gratos? Leais? Compassivos para com os progenitores e para com todos , afinal?

Apagaram a lição daquele filho que levou o pai à montanha para que lá morresse sem incomodar …Este na sua extrema compaixão, ainda ofereceu metade da sua capa para mais tarde seu filho aí ficar também protegido.
Quem sabe o filho, refletiu e o trouxe de volta para casa…

Miguel Torga com quem conversava, dizia- me como era importante na afirmação das raizes familiares, o convívio entre os avós e os netos.O exemplo da gratidão. Do envolvimento familiar de todos os membros de diferentes gerações…

Será que não se entende isto? Será que está de todo esquecido?

Arranjam-se desculpas para tudo…Excepto se o velhote/a tiver uma boa reforma. Aí vai-se buscar para casa , como fonte de rendimento, mas a atenção de que necessita e que lhes é devida por todas as razões, anda pelas horas da morte.

Bem, já me cansa falar deste tema.

Filha única.Onde eu estivesse, meus Pais estariam. Houve sempre lugar para eles.Meus filhos em nossas vidas, beneficiaram muito com a sua presença até ao fim.
Que saudades temos deles, meus queridos Pais!
..............................................................................................
Não sei quem lerá este artigo…

Recebo testemunhos carinhosos dos meus leitores, o que muito agradeço.

Peço do fundo do coração a quem ler este grito. Este apelo.Estes retratos de dor,  que seja compassivo com os seus! Se já não o puder fazer, sensibilize pelo exemplo e pela palavra todos que cruzar em sua vida.
”Grite”  com amor, movendo o  coração dessa gente fria. Egoista. Indiferente ao sofrimento do outro.
Trave esta crueldade ,  por favor!

Luther King dizia que o mundo estava mal , não pelos que faziam o mal , mas pela atitude indiferente,  daqueles “bonzinhos” que nada faziam para travar essa maldade!

Todos somos responsáveis! Ninguém escapa, meus amigos. Ninguém é de geracão expontânea.
-“Ai o meu marido…A minha mulher não está de acordo”.

Antes de haver marido, mulher , houve mãe. Houve pai.
Com boa vontade, há sempre uma solução menos cruel.
A inteligência do amor faz acontecer o impossível.
Ficar em casa com apoio domiciliário, pex.Sei lá…

Eu morrerrei de imediato se alguma vez me arrancarem das minhas flores.Dos meus animais.Dos meus livros. Do meu canto…

Confio em Deus que tem para mim reservado o melhor.
 A entrega da minha vida. Do meu futuro é tão importante, como aquele pensamento que variava todas as  semanas  e que tive escrito na minha carteira do colégio:
“A gratidão é a flor mais bela  que nasce num coração bem formado”


Vamos lá , pessoal,  mudar este Planeta Azul onde o Amor já está a  imperar em muitos corações sensíveis e compassivos.

Não seja cruel para seus Pais, senão esse remorso e esse exemplo vai lhe sair mesmo muito caro.Acredite!



Lucinda Ferreira
5.10.14


1 comentário:

  1. Antonieta Magalhães Pereira
    Anexos18/10 (há 1 dia)

    para mim
    Boa Amiga
    Tenho tomado conhecimento dos textos que me tem enviado dos quais gosto muito.
    Desculpe se nem sempre lhe dou conhecimento de os ter recebido
    Beijos e um bom fim de semana

    ResponderEliminar