terça-feira, 11 de março de 2014

A PALAVRA MÁGICA....


Despertar

A PALAVRA MÁGICA…

Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor! Johann Goethe
 “Uma das coisas mais difíceis não é mudar a sociedade; é mudar a si mesmo” Despertar. Nelson Mandela
Seja você a mudança que espera para o mundo. Desperte hoje mesmo. Autor desconhecido




Se  é verdade que o estilo é o Homem , como disse Georges-Louis Leclerc (1707-1788), mais conhecido pelo seu título nobiliárquico de Conde de Buffon, é certo que as  frases que compomos  precisam da PALAVRA! 
A palavra é a rainha. 
Ela é a força. A vida. A luz. A mudança. 
Estar atento. Perceber o peso avassalador da força da Palavra, a todo o momento, é um exercício necessário à evolução da vida individual e comunitária, assim como  para viver intensamente o dia a dia de cada um de nós..
 A palavra dita é flecha disparada que jamais retorna.
Pode conter a paz e ou a guerra. Pode ser alegria e a mais profunda tristeza.
Pode criar a saúde e a doença.
È por isso que aquele que pensa antes de falar e diz a Palavra certa no momento certo é sábio.
A Palavra pode quebrar irremediavelmente o cristal de uma relação antes e aparentemente muito sólida.
È certo que por vezes quem fala pode não ter a intenção de ferir, mas quem interpreta também o faz com todos os condicionantes da sua personalidade que pode nem sempre estar em equilíbrio saudável.
Aí nascerá o equívoco que pode ter novo acerto ou não.
A Palavra é o maior dom que Deus concedeu ao homem, rei da criação. Como tal tem que conhecer o peso. A responsabilidade. A beleza deste privilégio. 
Às vezes uma pobre criatura pode estar numa grande penúria e só uma palavra, sem qualquer valor material, pode ainda assim ajudar a sua auto estima e criar uma atitude de bem-estar que se pode perpetuar.
 Venho encontrando hoje senhores/as que me falam de algo que lhes disse quando eram meninos/as e meus alunos. Guardam isso que os tocou no seu íntimo. Dizem- me que os/as tem ajudado ao longo da vida…
Uma menina Dora, que adoraria rever hoje, um dia escreveu me num Natal e dizia assim:
 “Toda a Palavra semeada com amor cedo ou tarde florescerá.”
Também eu me recordo de palavras em frases mágicas que me tem salvado…
Tinha 15 anos e traduzia textos em língua grega.
 Há duas frases que foram marcantes. Uma delas de S. João Crisóstomo, séc. V :
”Vaidade das vaidades, tudo é vaidade.”
 Como me têm dado jeito, meu Deus . 
Uma outra de que não recordo o autor, dizia :”
“Temo os Troianos, mesmo quando eles me dão presentes “( ainda sei a frase em língua grego…).Os tais presentes envenenados…
Palavras preciosas. Frases que são escudos. 
Nesta reflexão acho muito interessante, o título deste jornal para o qual escrevo, há quase 40 anos: O DESPERTAR!
Que maravilha de inspiração para quem escolheu este título.
Que cada letra. Cada frase. Cada escrito meu sirva para um novo DESPERTAR  do leitor e  de mim própria.
Letras. Frases. Pensamentos que ofereço com o carinho apenas pelo prazer de comunicar. Que tudo isso possa ir carregado de paz. Alegria. Propostas de renascimento. De Despertar.
 Que eu saiba usar a palavra simples com mestria e simplicidade. Que eu possa tocar o leitor para o seu bem maior.
Que cada um que aproveite este espaço, sinta e compreenda quanto ele é sagrado para construir o DESPERTAR para um mundo de solidariedade e de crescimento interior de cada um de nós.
Que de mãos dadas. Em harmonia, possamos ir na via do meio, ligadas pelo melhor que há em cada um de nós, de quem partilha e de quem recebe, com a responsabilidade de contribuir para a Grande Construção de um mundo melhor, sempre em espírito de gratidão ao Criador!
Ao Jornal DESPERTAR e a todos os seus mentores. Responsáveis.
Aos que o fundaram, embora hoje noutro plano. 
Aos que hoje nele trabalham ou trabalharam. 
A todos os leitores que o acolhem.
 A quem nele escreve, a todos saúdo com apreço. Respeito e um carinho imenso, desejando ao “MENINO e GRANDE SENHOR”, O Jornal “ O DESPERTAR”  que  viva para sempre!
(Só há um tempo em que é fundamental despertar. Esse tempo é agora! Buda)
foto net
Lucinda ferreira , Coimbra 11 de Março 2014


Sem comentários:

Enviar um comentário