sexta-feira, 30 de novembro de 2012

SINERGIAS- A MINHA PRIMAVERA!


A MINHA PRIMAVERA
Ausência
Permanência
Consciência
Vazio sem nome
Rua sem fim
Flor sem cor
Saudade .Carência
Pedaço que falta
No mais fundo de mim.
Voou para longe?
Assim…
Não o ver entretanto
É mau. Ruim.
Deserto longo. Aberto. Árido.
Rio sem margem nem fim!
Iceberg escondido. Gélido. Recanto.
Encanto. Desencanto.
 
Meu coração informe
Parte dele. Sua energia.
Molde de outra era
Sangue. Carne.
Pedra verdadeira. Sinergia.
A primeira e única Primavera!
C.ª29.11.12
Lucinda ferreira
 
 
 
A MINHA PRIMAVERA


Ausência

Permanência

Consciência

Vazio sem nome

Rua sem fim

Flor sem cor

Saudade Carência

Pedaço que falta

No mais fundo de mim.

Voou para longe?

Assim…

Não o ver entretanto

É mau. Ruim.

Deserto longo. Aberto. Árido.

Rio sem margem nem fim!

Iceberg escondido. Gélido. Recanto.

Encanto. Desencanto.

Meu coração informe

Parte dele. Sua energia.

Molde de outra era

Sangue. Carne.

Pedra verdadeira. Sinergia.

A primeira e única Primavera!

C.ª29.11.12

Lucinda ferreira

A MINHA PRIMAVERA
Ausência
Permanência
Consciência
Vazio sem nome
Rua sem fim
Flor sem cor
Saudade Carência
Pedaço que falta
No mais fundo de mim.
Voou para longe?
Assim…
Não o ver entretanto
É mau. Ruim.
Deserto longo. Aberto. Árido.
Rio sem margem nem fim!
Iceberg escondido. Gélido. Recanto.
Encanto. Desencanto.
Meu coração informe
Parte dele. Sua energia.
Molde de outra era
Sangue. Carne.
Pedra verdadeira. Sinergia.
A primeira e única Primavera!
C.ª29.11.12
Lucinda ferreira
 
 
 

 

 

 

Sem comentários:

Enviar um comentário