terça-feira, 26 de junho de 2012

Os caracóis também choram


              Os caracóis também choram   

"Amar é descobrirmos a nossa riqueza fora de nós."Fonte - Elementos de FilosofiaAutor - Alain

"O homem tem duas faces: não pode amar ninguém, se não se amar a si próprio."Fonte - A QuedaAutor - Camus , Albert


Manhã cedo pela fresquinha
Vou ao meu jardim
Dar os bons dias às minhas flores.
 Uma já tinha mais um milímetro
Outra tinha uma pétala rompendo a medo.
No meio do caminho
Um caracol passeava tranquilo…
 Os meus caracóis
Sabem que nunca os destruo.
Agarro neles com jeitinho
Ponho os numa caixinha.
Depois…
Quando trepam para fugir
Lanço – os na relva abandonada
Onde podem crescer
Sem lhes acontecer nada!
No monumento ao caracol que descobri na Holanda
Por este ter salvado tanta gente
Em tempo de fome
Aprendi a respeitar um pouco mais
Este animal aparentemente insignificante.
Na vida, é semelhante.
Quantas vezes
Passamos indiferentes
A gente
Que guarda um tesouro no peito
E a seu jeito,
Sob nossos pés, caminham a medo
Sem destino.
Nem os vemos.
Emigrantes. Famintos. Sem abrigo. Velhos.
Ou simplesmente ainda,
Algum menino
Triste, ao sol…
Cuidado
Não o pisemos!
Também chora o caracol…

   12.6.12
lucinda Ferreira

Sem comentários:

Enviar um comentário