segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Apego e desapego


Hoje a minha reflexão passa por esta atitude de repensar o apego e desapego...


Deus dá-nos a possibilidade de virmos a este planeta, vivenciar n...experiências, pois só aqui se pode evoluir ou involuir.


Nas nossas escolhas entre a densidade e a luz, passaremos a outro estádio. Saborearemos as coisas ,lindas , boas e maravilhosas que esta passagem nos oferece e agradecemos..


Sabemos que tudo o que é difícil, promove a nossa evolução e é para o nosso bem maior.

As pessoas que cruzam na nossa vida, nenhuma é por acaso. Todas elas têm algo para nos dizer, para nos ensinar. As que nos fazem sofrer , são os nossos professores.

Viemos num sistema energético. Einstein levantou a ponta do véu.


Todos os dias , a vida dá-nos a oportunidade de restabelecermos prioridades.

A cada momento , o Universo reorganiza o que está descentrado.

A cada instante que nos apegamos a algo , ainda que inconsciente, o Universo prepara-se para nos tirar.
Porque nada nos pertence.
Tudo nos é emprestado.
E quando nos apegamos demasiado, logo de seguida podemos perder tudo .

Cada vez que nos apegamos algo, deixamos de ser livres e com esse apego ficamos mais amarrados.

Esse apego pode ser a pessoas , coisas, ideias, julgamentos, palavras , escolhas,etc.

E que coisa é esta do apego?

Apegamo-nos quando percebemos que não queremos abrir mão...


Apegamo-nos quando pensamos que nunca vamos perder isso...

Parece que aí , começamos a ser candidatos à perda!

É preciso desapegar mesmo!

Esta é a nossa luta. Viver e possuir , como se nada tivéssemos ...Até a família...

Quando um filho quer ser independente, é um sinal para começarmos a desapegar-nos dele.

Bem difícil por sinal...

Parece que quando não aproveitamos estes sinais , ficamos definitivamente sem eles.

É grande a tristeza dos primeiros sinais de desapego ,mas parece que é para ficarmos tristes. Chorarmos. Aceitarmos

Parece que quando não se aceitam estes sinais, nos fragilizamos tanto, que atraimos doenças muito graves.

Não vale a pena remar contra a maré.

O Universo é mais forte e saimos sempre derrotados, se resistirmos.

Os pequenos lutos doem, mas se resistimos é pior.

De modo que a vida será mais dura do que nós somos connosco mesmos, pois sabemos o caminho e não aprendemos.

Não resistir, evita que a vida seja tão dura. Tudo isto dá que pensar...não é mesmo, caros leitores do meu blog?
Trabalhamos desalmados e depois perdemos saúde , que o dinheiro já não pode sequer comprar...
Inicialmente temos as pessoas ,mas não temos meios.
Depois temos mais meios e já não temos as pessoas .
É mesmo necessário praticar o desapego, não lhes parece ser mais inteligente?
Claro que aqueles que têm sempre as mãos frias e precisam de "luvas"...nem se fala...
?

1 comentário:

  1. Estas "receitas" sao a minha longa vida que ensina e Aquele que vive em nós...

    ResponderEliminar