segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Hoje fui ao cinema...


Faz bem , mudar.
Sorrir.
Tive uma sorte imensa: encontrei duas amigas muito queridas .
A Simone, que já não via há muito tempo. Vinha com o seu marido, que me pareceu exactamente o homem certo para a minha amiga.
Adorei encontrara aquela minha jovem e doce amiga, Simone.
Fomos colegas no curso de Medicina e estávamos na Casade banho.
Eu estava muito feliz com algo que acontecera e não resisiti, partilhei com ela.
Era era muito belo o seu interior e também era linda por fora.
Foi uma bgrande alegria tê-la conhecida e nunca poderei esquecê-la.
Tirámos umas fotos . De vez em quando, gosto de as ver. Também tenho hábito de enviar mensagens bonitas e de vez em quando, envio-lhe tambem a ela.
Simone disse-me que também as fotos e seu marido já me conhecia sem me ter visto nunca, porque ela lhe falava de mim. Vivemos um pouco longe.
Depois fui ao cinema.
Uma sala imensa , só para 5 pessoas. Já estive só na sala, em filmes anteriores.
Era uma comédia muito interessante.
Uma psicóloga tinha um programa de rádio.
Uma rapariga estava noiva de alguém, mas tinha dúvidas. A Dr.ªLoyd ajudou-a a desistir daquele casamento. Ele fica triste. Desesperado. Vivendo numa comunidade de indianos, um dos jovens , talvez com 15 ou 16 anos, sugere-lhe que se vingue, porque ele ia destrui-la...
Entao, via net, entrou na sua certidão de idade.
Ela estava exactamente para casar com o seu editor, visto que escrevia.
Nesse momento, verifica que já era casada com o noivo abandonado, pela jovem que ela aconselhara .
A Dr.ªLoyd fica desesperada e procura o tal senhor .
Ele e os seus amigos embriagam-na e fazem-na passar por mil peripécias.
Enfim as complicações sucedem-se . A dado momento, a Dr.ª Loyd vai casar.
Na véspera , no programa, o homem que rezava como marido, telefona-lhe.
Pede-lhe um conselho.
Diz-lhe que a mulher que ama, vai casar amanhã. Que lhe aconselha a Dr.ª Loyd..
Isso destabiliza-a bastante , porque ela também já gosta dele.
Acabam por casar. Mas sendo algo muito leve, faz pensar em coisas sérias da vida amorosa de todos nós.

1 comentário: