terça-feira, 25 de outubro de 2016

SURPRESA


Textos e pretextos


Surpresa


A literatura antecipa sempre a vida. Não a copia, molda-a aos seus desígnios.Oscar Wilde    
img net

·      Escrevo com amor e por amor.

·      Este texto é mesmo para si, pois tenho a certeza que o que diz  Mário Quintana , não se lhe aplica  “Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não lêem”.

·      Hoje tenho um pequeno segredo para lhes passar…Está prestes a sair uma minha  “crónica” alargada, com 505 páginas…Para compensar as minhas falhas, aqui neste querido jornal, ao qual me entrego, vai para 40 anos…

·      É uma peregrinação interior feita de retalhos, nos quais muitos de nós nos reveremos.

·      Saiu assim, pensando nos meus leitores mais fiéis e naqueles que possam vir a ter curiosidade de sentir o pulsar da minha alma.

·      Desta vez será um romance. Oportunamente darei conta da data de apresentação em Coimbra. Porto e Lisboa, para já.

·      De seguida, também quase prontinho a sair, uma colecção de Contos de fogo e ternura.

·      Dúvida. Alguma amargura. Desilusão. Espera. Evolução espiritual ao compasso das agruras da vida e das conquistas alcançadas. Momentos de intensa realização. Alegrias. Descobertas e tudo o mais que a imaginação e a riqueza de quem lê, emprestarão na estética da recepção.

·      O tal encanto da leitura que escreverá tantas narrativas, quantas as leituras feitas.

·      Aquisição de pequenos grandes nadas do nosso dia-a-dia. Milagres que não valorizamos. Que podem fazer a diferença de alguém sempre bem-disposto, que vê sempre o copo meio cheio e a nostalgia de outrem que vê o copo meio vazio e sente que tudo o leva a perder…

·      A Editora já está a trabalhar. Início de Dezembro, poderá observar, aquando do lançamento, e quem sabe, ter resolvido o problema de escolha das suas prendas de Natal, doando um livro, uma prenda eterna. 
PPor mim, ofereço-lhes muitas horas de trabalho! Daí, que será o meu presente de amor para todos vós, que dinheiro algum pode pagar!
·      Se quiser saber mais, pode comunicar comigo pelo e mail: ladyvalleflor@gmail.com.

·     Que tenha um prazer tão grande ao seguir o desenrolar da história e descobrir o que nela se diz subliminarmente (…), como eu tive ao criá-la, por vezes até com dor…

·     Olhe, e faça como recorda Mário Quintana:” De um autor inglês do saudoso século XIX: O verdadeiro gentleman compra sempre três exemplares de cada livro: um para ler, outro para guardar na estante e o último para dar de presente.

·     Será isso que dá alento a quem escreve, para criar sempre novas aventuras. É que, como diz Jorge Duran “O amor e a literatura coincidem na procura apaixonada, quase sempre desesperada, da comunicação”

·       Coimbra, 25 de Outubro de 2016…. Lucinda Ferreira

 NOTA:Enviam-se livros pelo correio, se o desejarem.

Sem comentários:

Enviar um comentário